EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Papa Francisco diz que naufrágios no Mediterrâneo são "ferida aberta na nossa humanidade"

Centenas de homens, mulheres e crianças têm morrido no Mediterrâneo.
Centenas de homens, mulheres e crianças têm morrido no Mediterrâneo. Direitos de autor Karolina Sobel/AP
Direitos de autor Karolina Sobel/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Sumo Pontífice manifestou-se este domingo.

PUBLICIDADE

"Uma ferida aberta na nossa humanidade", que precisa ser curada.

Foi assim que o Papa Francisco descreveu e lembrou a morte de migrantes no Mediterrâneo, depois da recitação do Angelus deste domingo.

O Sumo Pontífice apelou ao "empenho" dos que "trabalham para prevenir naufrágios e oferecem socorro no mar", e incentivou as forças políticas e diplomáticas a ter "espírito de solidariedade e fraternidade."

Recordou ainda que desde "o início do ano, quase dois mil homens, mulheres e crianças morreram neste mar na tentativa de alcançar a Europa", como aconteceu recentemente ao largo de Lampedusa.

No sábado, vários migrantes desembarcaram na ilha depois de serem resgatados.

“Estamos no centro do Mediterrâneo e não podemos voltar a cara quando há pessoas a pedir ajuda e a precisar de resgate. É lógico que Lampedusa não pode ser deixada sozinha. Precisamos realmente de uma força europeia, de uma intervenção de resgate marítimo europeia", explicou Filippo Mannino, autarca de Lampedusa.

Em simultâneo, a Europol, o serviço de polícia europeia, faz o possível para desacelerar a atividade dos que ganham com os fluxos migratórios.

Em Espanha, uma operação policial conjunta terminou com a prisão de 19 pessoas de uma organização criminosa supostamente envolvida no tráfico de migrantes sírios para Espanha, Alemanha e Noruega.

De acordo com os investigadores, "a rota migratória passou por África, Ásia e Europa, tendo cada migrante pago 20 mil euros."

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

ONG Mares Saudáveis recolhe toneladas de resíduos em "explorações fantasma" na costa grega

Museu italiano recria floresta de borboletas da Tanzânia

Europa atingida por inundações no Norte e ondas de calor no Sul