EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Onda de calor na Polónia: Termómetro pode chegar aos 35 graus

Em plena onda de calor, os polacos tentam refrescar-se
Em plena onda de calor, os polacos tentam refrescar-se Direitos de autor AP Photo/Czarek Sokolowski
Direitos de autor AP Photo/Czarek Sokolowski
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O norte da Polónia não é provavelmente o local em que pensamos quando se fala em "onda de calor". Mas é esse o alerta do governo polaco para esta semana.

PUBLICIDADE

As temperaturas na Polónia ultrapassam esta semana os 30 graus e, em alguns locais, a podem  mesmo  atingir os 35 graus.

O Instituto de Meteorologia e Gestão da Água alerta para o calor nas regiões sudeste e central do país. Um aviso de segundo nível em uma escala de três pontos foi emitido para  algumas regiões.

Para os polacos e os turistas que procuram o país para fugir ao calor do sul da Europa, não será fácil e alguns já pensam em estratégias:

Um homem diz: "Saio de manhã cedo e tento estar em casa ao meio-dia. Depois, vou de bicicleta até à sombra para respirar um pouco".

Uma mulher afirma:  "Abro bem as janelas de manhã cedo, depois fecho-as e saio para dar um passeio, volto e o apartamento está mais fresco."

"Saio para a natureza. Tento sentar-me à sombra e, sobretudo, devemos beber muita água. É o que farei, diz uma idosa.

Os peritos alertaram também para a possibilidade de tempestades e ventos fortes em algumas zonas do país.

Os modelos de previsão indicam que uma onda de calor persistirá em grande parte da Polónia até, pelo menos, 18 de agosto. O calor opressivo será ocasionalmente pontuado por trovoadas e aguaceiros nas regiões orientais. O Instituto Polaco de Meteorologia e Gestão da Água (IMGW) emitiu avisos de calor laranja (o nível médio numa escala de três níveis) em grande parte do país até 18 de agosto, com exceção de algumas zonas do norte e do litoral.

A onda de calor pode arrastar-se para além do previsto e é provável que as autoridades emitam novos alertas ou atualizem/recuperem os avisos existentes à medida que as condições meteorológicas forem mudando nos próximos dias.

O Centro de Segurança do Governo da Polónia (RCB) emitiu orientações sobre a vaga de calor para o público através de mensagens de texto e de uma série de tweets, nomeadamente sobre os cuidados com os idosos, as crianças e os animais de estimação.

Tanto as autoridades como os media, têm desdobrado as informações e avisos às populações para os perigos deste tipo de condições meteorológicas pouco comuns no país. Na Polónia como em qualquer outro ponto da Europa, nunca é demais recordá-las.

Condições de risco

O período prolongado de calor opressivo e as condições de seca podem produzir circunstâncias ideais para o crescimento de incêndios florestais em muitas partes do país. 

As vagas de calor representam também uma ameaça para os grupos vulneráveis - como os idosos, as crianças, as mulheres grávidas e as pessoas com doenças respiratórias - devido à maior possibilidade de insolação ou exaustão pelo calor durante a exposição prolongada a temperaturas elevadas. 

Estes riscos para a saúde podem também estender-se a indivíduos relativamente saudáveis durante ondas de calor significativas. 

Para além de afetar significativamente os atletas e as pessoas que trabalham ao ar livre, as temperaturas elevadas podem causar problemas às pessoas que utilizam os transportes públicos. A falta de ar condicionado e os veículos apertados durante a hora de ponta podem levar a que alguns passageiros sejam hospitalizados por desidratação.

Transportes e serviços públicos

As temperaturas muito elevadas podem deformar as vias férreas e obrigar os comboios de passageiros e de mercadorias a operar a velocidades reduzidas. 

É também possível que se verifiquem danos no pavimento das estradas e os veículos sobreaquecidos podem agravar os problemas de tráfego nas zonas urbanas onde o congestionamento já é um problema. 

Poderão ocorrer perturbações na circulação de camiões comerciais, uma vez que as temperaturas muito elevadas exercem maior pressão sobre os veículos, tornando mais comuns os rebentamentos de pneus. 

PUBLICIDADE

É improvável que haja grandes perturbações nos voos nos aeroportos regionais, mas é possível que haja perturbações na aviação geral e algumas transportadoras de carga aérea poderão reduzir as cargas.

As temperaturas elevadas podem levar a um aumento da procura de eletricidade, o que pode provocar cortes de energia localizados ou apagões, agravando as condições de perigo quando o ar condicionado já não é possível.

Conselhos

  • Durante as vagas de calor, permaneça dentro de casa com ar condicionado sempre que possível. 
  • Se for necessário realizar atividades ao ar livre, descanse frequentemente em áreas com sombra; evite atividades durante as horas mais quentes do dia. Mantenha-se bem hidratado, bebendo muitos líquidos. 
  • Evite bebidas alcoólicas, que são desidratantes; beba água engarrafada ou fervida. Use roupas largas e de cores claras. 
  • Os tecidos de algodão são mais refrescantes do que os sintéticos. Procure imediatamente assistência médica se surgirem sinais de exaustão pelo calor ou de insolação. 
  • Carregue os aparelhos alimentados por pilhas para o caso de ocorrerem cortes de eletricidade prolongados.
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polónia: Explosão em fábrica de armamento provoca 1 morto

Donald Tusk em campanha para as europeias reúne milhares de apoiantes em Varsóvia

Divisão entre direita e centro-direita na Polónia pode dificultar coligação conservadora na UE