EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Gangues criminosos empurram milhares para fora da capital do Haiti

Na capital do Haiti vivem-se momentos de caos e tensão.
Na capital do Haiti vivem-se momentos de caos e tensão. Direitos de autor Odelyn Joseph/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Odelyn Joseph/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mais de 3 mil pessoas deixaram bairro de Carrefour-Feuilles, no sul de Porto Príncipe.

PUBLICIDADE

A pé, em motas ou amontoados em automóveis. Milhares de pessoas, carregadas com sacos, malas e bens pessoais, estão a fugir do bairro de Carrefour-Feuilles, no sul da capital do Haiti, Porto Príncipe.

Moradores e polícia dizem que foi atacado por um grupo de crime organizado liderado por Renel Destina, um homem procurado pela Polícia Federal dos EUA por raptar cidadãos americanos.

"Os gangues criminosos queimaram as nossas casas, todos os nossos pertences. Não podemos seguir em frente. Perdemos os polícias que nos estavam a ajudar. Os jovens que nos ajudavam à noite estão todos mortos. Eles estão a nadar no seu próprio sangue", disse um morador à agência de notícias France-Presse.

"Há pessoas feridas por balas. Não podemos sequer levá-las ao hospital. Quem pode levá-las? Se alguém for ferido pelas balas, teremos de ir buscá-los e levá-los ao hospital. Corremos o risco de ficar feridos também", acrescentou outro morador.

O caos visível nas ruas espelha o caos que se vive no país.

De acordo com a organização Human Rights Watch, o Haiti enfrenta uma grave crise humanitária, política, judicial e de segurança.

No Conselho de Segurança da ONU deverão apresentar-se em breve opções para o envio de uma força internacional para ajudar a restaurar a segurança no Haiti.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Gangues armados tentaram controlar principal aeroporto do Haiti

Centenas de reclusos escapam da prisão de Port-au-Prince no Haiti

Libertadas as freiras raptadas por grupo armado no Haiti