EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Beijo de Rubiales: Para Sánchez, "pedir desculpa não é suficiente"

Jogadoras foram recebidas por Sánchez no Palácio da Moncloa
Jogadoras foram recebidas por Sánchez no Palácio da Moncloa Direitos de autor Manu Fernandez/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Manu Fernandez/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Rubiales começou por chamar "idiotas" aos que o censuraram. Ministra da Igualdade espanhola, Irene Monteró, fala em "violência sexual"

PUBLICIDADE

Não, não basta pedir desculpas. Agora foi a vez de o primeiro-ministro espanhol em funções, Pedro Sánchez, se juntar à tempestade de críticas que se abateu sobre Luis Rubiales, o presidente da federação espanhola de futebol.

"Aquilo que vimos foi um gesto inaceitável. Penso também que as desculpas apresentadas pelo senhor Rubiales não são suficientes. Creio até que não são adequadas e que ele deve continuar a dar passos para esclarecer o que todos vimos nos meios de comunicação", declarou Sánchez, no Palácio da Moncloa.

E o que vimos foi um beijo na boca à jogadora Jenni Hermoso, durante a celebração da vitória espanhola no Mundial Feminino, este domingo. 

Um beijo que não era esperado, que não foi solicitado, nem tão pouco há conhecimento de que Rubiales o faça com outros jogadores de futebol. E que acabou por desviar a atenção da conquista destas mulheres espanholas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

FIFA penaliza beijo e suspende presidente da Federação Espanhola de futebol

Espanha: Sánchez quer que a comunidade internacional "exerça mais pressão" sobre Israel

O Supremo Tribunal mantém o mandado de captura de Puigdemont após a publicação da lei da amnistia