EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Grande Londres tem a maior Zona de Emissões Ultra Baixas do mundo

Vai ser cobrada uma taxa diária de circulação aos carros mais antigos e considerados poluentes
Vai ser cobrada uma taxa diária de circulação aos carros mais antigos e considerados poluentes Direitos de autor JUSTIN TALLIS/AFP or licensors
Direitos de autor JUSTIN TALLIS/AFP or licensors
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A partir desta terça-feira, os carros poluentes têm de pagar 14,5 euros por dia para circular na capital britânica.

PUBLICIDADE

A partir desta terça-feira, Londres tem a maior Zona de Emissões Ultra Baixas do mundo, a ULEZ (na sigla em inglês). O plano do Reino Unido para reduzir a poluição atmosférica foi ampliado para cobrir toda a Grande Londres e abrange agora mais de 9 milhões de pessoas.

“Durante demasiado tempo, os londrinos mais pobres foram afetados pelo domínio automóvel em massa, em que os automóveis foram colocados no topo da política de infraestruturas. E isto é uma forma de começar a reverter isso. Sabemos que até 2030, precisamos de reduzir o uso de carro em pelo menos 25%. E a ULEZ é apenas um pequeno passo para nos ajudar a chegar lá", realça Hirra Khan Adeogun, codiretora de Campanhas e Impacto na Possible.

“Daqui para frente, não vou conseguir ganhar nenhum dinheiro para poder pagar as despesas para poder ir para a universidade. Não poderei ir trabalhar por causa das taxas da ULEZ. Não poderei ir ao meu médico no Brompton Hospital, porque imediatamente, assim que eu sair de casa, terei que gastar £12,50 para a ULEZ e outras £15 para a taxa de congestionamento", explica Hirbod Pirnia, estudante.

Os analistas políticos dizem que esta decisão num cenário de inflação elevada pode ser crucial para as próximas eleições para a Câmara Municipal de Londres, previstas para maio de 2024.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cavalos militares correm à solta em Londres e ferem quatro pessoas

Toneladas de peixes morrem em rio do estado de São Paulo no Brasil

Governo sérvio deverá aprovar projeto de lítio cancelado em 2022