EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Kosovo recupera controlo de mosteiro onde grupo de sérvios armados se refugiou

Agente da polícia do Kosovo vigia estrada perto da aldeia de Banjska, no norte do Kosovo, no domingo.
Agente da polícia do Kosovo vigia estrada perto da aldeia de Banjska, no norte do Kosovo, no domingo. Direitos de autor Dejan Simicevic/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Dejan Simicevic/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Verónica Romano com AFP
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cerca de 30 homens sérvios esconderam-se no mosteiro depois de terem matado um polícia kosovar que patrulhava a zona

PUBLICIDADE

As autoridades kosovares retomaram o controlo da situação no mosteiro perto da fronteira a norte com a Sérvia.

Cerca de trinta homens sérvios armados esconderam-se no local depois terem matado um polícia kosovar que patrulhava a zona, na madrugada de domingo. As forças de Pristina cercaram o grupo no mosteiro. 

Seguiram-se tiroteios durante várias horas. Ao final do dia, o ministro do Interior kosovar, Xhelal Sveçla, confirmou o fim do confronto no norte do país e a morte de três dos atacantes.

Belgrado negou qualquer responsabilidade relativamente ao sucedido. O presidente da Sérvia, Aleksandar Vučić, disse que os agressores eram sérvios do Kosovo.

Nunca reconheceremos a independência do Kosovo, mesmo que nos matem a todos.
Aleksandar Vučić
Presidente da Sérvia

Albin Kurti, primeiro-ministro kosovar, atribuiu as culpas ao governo sérvio e considerou a emboscada um ato de terrorismo.

Josep Borrell, chefe da diplomacia da União Europeia, condenou o "terrível ataque".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

O que está por detrás das novas tensões no Kosovo?

Kosovo mais perto de aderir ao Conselho da Europa. Decisão final tomada em maio

Censos no Kosovo abrem polémica por incluírem perguntas sobre danos de guerra