EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Há ruas desertas em Nagorno-Karabakh

Nagorno-Karabakh
Nagorno-Karabakh Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews com AP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Saíram mais de 100 mil pessoas - mais de 80% dos residentes - depois de o Azerbaijão ter recuperado a região.

PUBLICIDADE

O Azerbaijão tenta reafirmar o controlo do Nagorno-Karabakh enquanto o êxodo arménio abranda. As ruas da principal cidade do Nagorno-Karabakh ficaram desertas. 

O último autocarro que transportava arménios deixou a região esta segunda-feira. 

Saíram mais de 100 mil pessoas - mais de 80% dos residentes - depois de o Azerbaijão ter recuperado a área numa operação militar. Segundo o governo de Erevan, quase todos os que fugiram estão agora na Arménia.

O porta-voz do ministério do Interior do Azerbaijão, Elshad Hajiyev, disse à The Associated Press que a polícia do país estabeleceu o controlo sobre toda a região.

Embora Baku se tenha comprometido a respeitar os direitos dos arménios, a maioria fugiu à pressa, temendo represálias ou a perda da liberdade de utilizar a sua língua e de praticar a sua religião e costumes.

O Ministro da Saúde arménio, Anahit Avanesyan, afirmou que algumas pessoas morreram durante a viagem exaustiva e lenta para a Arménia, que durou cerca de 40 horas, através de uma única estrada de montanha.

A polícia do Azerbaijão garantiu hoje que protege os direitos e a segurança da população arménia de acordo com a lei do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente do Azerbaijão cancela encontro com o primeiro-ministro da Arménia

Arménios pedem renúncia de Pashinian por causa do “conflito entre povos fronteiriços”

Parlamento Europeu aprova resolução contra o Azerbaijão e pede sanções contra Baku