EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Comité Olímpico Russo excluído "com efeito imediato" dos Jogos Olímpicos

Anéis Olímpicos
Anéis Olímpicos Direitos de autor Hiro Komae/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Hiro Komae/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

COI reserva-se o direito de decidir a participação de atletas com passaporte russo sob bandeira neutra nos Jogos Olímpicos de Paris, em 2024.

PUBLICIDADE

O Comité Olímpico Internacional (COI) anunciou que o Comité Olímpico Russo se encontra suspenso "com efeito imediato até nova ordem".

Num comunicado, o COI explica que a decisão se deve ao facto de o organismo russo ter decidido unilateralmente, a 05 de outubro de 2023, incluir entre os seus membros organizações desportivas regionais sob autoridade ucraniana, incorrendo numa violação da Carta Olímpica.

O Comité Olímpico Russo tinha recentemente integrado na sua estrutura organizções regionais de Donetsk, Kherson, Luhansk e Zaporíjia, as quatro regiões da Ucrânia ilegalmente anexadas por Moscovo após a invasão russa de fevereiro de 2022.

A Ucrânia já saudou a decisão do COI, afirmando que "o desporto não pode ser separado da política quando um país terrorista comete um genocídio contra a Ucrânia e utiliza os desportistas como propaganda".

A suspensão não significa necessariamente que os russos estejam já fora dos próximos Jogos Olímpicos. O COI reserva-se o direito de decidir a participação de desportistas com passaporte russo, sob bandeira neutra, nos Jogos de Paris, em 2024 e nos Jogos Olímpicos de Inverno, que decorrerão em 2026 em Milão e Cortina d'Ampezzo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alpes Franceses e Salt Lake City irão sediar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2030 e 2034