Israel expulsa trabalhadores palestinianos para Gaza

AP
AP Direitos de autor Fatima Shbair/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Israel começou a reenviar para a Faixa de Gaza trabalhadores palestinianos que estavam no seu território quando começou a guerra

PUBLICIDADE

Apesar dos bombardeamentos incessantes, Israel começou a reenviar para a Faixa de Gaza centenas de trabalhadores palestinianos que estavam bloqueados em território israelita desde o início da guerra com o Hamas.

Segundo a agência EFE, pelo menos 700 palestinianos foram expulsos esta sexta-feira através do posto fronteiriço de Kerem Shalom, no sul do território israelita, para o sul da Faixa de Gaza.

Segundo uma coligação de ONG israelitas de defesa dos Direitos Humanos, Israel retirou a 10 de outubro, três dias depois do ataque do Hamas, todas as autorizações de trabalho a palestinianos provenientes da Faixa de Gaza. Ao início da guerra, 18500 habitantes de Gaza contavam com um estatuto de trabalhadores transfronteiriços.

Segundo as ONG, muitos desses trabalhadores palestinianos foram deslocados para a Cisjordânia e pelo menos 4000 foram detidos pelas autoridades israelitas, submetidos a interrogatórios e nomeadamente vítimas de maus tratos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataque aéreo perto do maior hospital de Gaza

Israel enviará delegação ao Qatar para conversações de paz. População exige libertação de reféns

Manifestações em Israel exigem eleições antecipadas e libertação dos reféns