Etna entra em erupção e provoca chuva de cinza

A atual erupação no Etna vista de Sant'Alfio, a leste da montanha
A atual erupação no Etna vista de Sant'Alfio, a leste da montanha Direitos de autor AP Photo/Salvatore Allegra
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Etna, na ilha italiana da Sicília, é o vulcão mais estudado do mundo e está inscrito há 10 anos na lista de património da UNESCO

PUBLICIDADE

O Etna voltou a entrar em erupção no fim de semana, confirmou o observatório local afeto ao Instituto italiano de Geofísica e Vulcanologia (INGV).

O vulcão da ilha da Sicília, em Itália, revela atividade paroxísmica crescente na cratera sudeste e está a provocar a queda de cinzas sobre as localidades de Milo e Zafferana Etnea, na base da montanha, a leste.

Em Catânia, um pouco mais a sul na ilha, também  já se estão a fazer sentir as cinzas libertadas pela atividade do Etna, considerado o vulcão mais alto da Europa ocidental, com mais de 3.300 metros de altitude.

Este é um dos vulcões mais ativos do mundo, com episódios documentados pelo menos desde há 2.700 anos, o que o torna no mais estudado a nível global, e é considerado pela UNESCO património mundial desde 2013.

Outras fontes • Ansa, INGV

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Governo italiano vai introduzir novas regras para reduzir acidentes de trabalho

Croata bate recorde mundial de mergulho em apneia no gelo

O país mais velho da Europa: o que está por detrás do problema do envelhecimento em Itália?