David Cameron visita Odessa

David Cameron
David Cameron Direitos de autor Screenshot AFP Video
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Rússia bombardeou novamente Kherson, enquanto chefe da diplomacia britânica visitava cidade portuária de Odessa

PUBLICIDADE

Novos bombardeamentos russos na região de Kherson fizeram, esta quinta-feira, pelo menos três mortos civis e uma dezena de feridos, segundo as autoridades ucranianas. A cidade de Kherson foi libertada há um ano do invasor russo que continua, no entanto, a bombardear a zona de forma praticamente quotidiana.

Ao mesmo tempo, o novo ministro dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, David Cameron, visitava Odessa, principal cidade portuária do país, reafirmando o compromisso de Londres de continuar a ajudar a Ucrânia "durante o tempo que for necessário".

David Cameron, chefe da diplomacia britânica:"Odessa vai ser vital para a recuperação económica da Ucrânia e estou orgulhoso por termos anunciado hoje o lançamento de uma facilidade de seguro para ajudar os navios a sair deste porto, a atravessar a nova via marítima e a garantir que a Ucrânia possa beneficiar dessas exportações."

Ucrânia e Reino Unido estabeleceram um "mecanismo especial", implicando um grupo de seguradoras britânicas, para oferecer um seguro de guerra com desconto para as exportações ucranianas.

A Rússia voltou a divulgar imagens de caças e bombardeiros em operação, mas o Exército ucraniano anunciou, por seu lado, ter conduzido "uma série" de operações "bem sucedidas" na margem esquerda do rio Dnipro, região ocupada pelas forças russas no sul do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Putin rearma exército, enquanto escasseia ajuda humanitária da ONU para a Ucrânia

25 mortos após bombardeamento a mercado na Ucrânia ocupada pela Rússia

Ucrânia e Estados Unidos preparam conferência da indústria militar em Washington