Von der Leyen opõe-se a "deslocação forçada" de palestinianos

Presidente da Comissão Europeia, Ursula von de Leyen
Presidente da Comissão Europeia, Ursula von de Leyen Direitos de autor Virginia Mayo/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente da Comissão Europeia visitou o Egisto para discutir a crise na Faixa de Gaza e agradecer o papel do país africano no acesso de ajuda humanitária ao enclave.

PUBLICIDADE

A Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou, no sábado, que se opõe à "deslocação forçada" de palestinianos, após se ter encontrado, no Cairo, com o Presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sissi, para discutirem a crise humanitária naFaixa de Gaza.

Von der Leyen agradeceu ao Egito "o seu papel fundamental na prestação e facilitação da ajuda humanitária aos palestinianos vulneráveis". Bruxelas alinhou também com a posição defendida pelo Cairo, ao admitir "um horizonte político baseado numa solução de dois Estados" para Israel e Palestina.

Após a reunião, von der Leyen viajou até Rafah, que liga no norte do Sinai egípcio, para ver no terreno o único ponto de passagem de ajuda humanitária para a Faixa de Gaza.

Este domingo é a vez de Amã receber a presidente da Comissão para um encontro com o Rei da Jordânia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Maior Hospital de Gaza evacuado após ofensiva de Israel

Israel pede desculpa ao Egito por acidente e lança aviso ao Hezbollah

Abriu a fronteira de Rafah para deixar passar a ajuda Humanitária para a Faixa de Gaza