Ucrânia lança vaga de drones contra a Rússia

Presidente russo, Vladimir Putin
Presidente russo, Vladimir Putin Direitos de autor Mikhail Klimentyev/Sputnik
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Ucrânia contra-atacou, depois do maior ataque de drones contra Kiev, desde o início da guerra. Desta vez é o ministério russo da Defesa a anunciar ter abatido 24 aeronaves

PUBLICIDADE

A Rússia afirma ter intercetado um ataque de drones da Ucrânia

O raide visou vários alvos no mar de Azov e nas regiões de Moscovo, Smolensk e Tula. Fontes russas avançam que nesta última localidade foi atingido um edifício de 12 andares, ficando ferido um residente.

O ministério russo da defesa adiantou que na área da capital russa foram abatidos pelo menos 24 aeronaves não-tripuladas.

Esta vaga de drones ucranianos ocorre um dia depois de Kiev ter sido alvo de um ataque semelhante por parte da Rússia.

De acordo com as autoridades da Ucrânia, tratou-se do maior ataque contra a capital do país com aeronaves não-tripuladas.

A defesa anti-aérea abateu 66 drones Shahed de fabrico iraniano. Foram contabilizados mais de 70.

Os que passaram pelas malhas da defesa fizeram cinco feridos, entre os quais uma criança de 11 anos ficou ferida na sequência do raide aéreo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia denuncia maior ataque de drones russos contra Kiev

Kiev atacada por drones russos na manhã deste sábado

31 000 soldados ucranianos mortos desde o início da invasão russa