EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

ONU descreve condições na Faixa de Gaza como apocalípticas

ONU descreve condições na Faixa de Gaza como apocalípticas
ONU descreve condições na Faixa de Gaza como apocalípticas Direitos de autor JACK GUEZ/AFP or licensors
Direitos de autor JACK GUEZ/AFP or licensors
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Israel não dá tréguas na sua ofensiva no sul do território

PUBLICIDADE

A guerra de Israel é contra o Hamas, mas quem sofre é a população da Faixa de Gaza. A ofensiva israelita estendeu-se ao sul do território, com a cidade de Khan Younes a sofrer bombardeamentos constantes e relatos de combates porta a porta. Israel diz que foram atingidos 250 alvos terroristas no último dia mas os civis também não foram poupados.

A ONU descreveu as condições no território como apocalípticas e admitiu que não restava nenhum lugar seguro na Faixa de Gaza. Mais de 80% da população local foi obrigada a abandonar as suas casas mas não existe atualmente nenhum sítio para onde possam ir, uma vez que a intensificação dos bombardeamentos impede a distribuição de ajuda humanitária.

De acordo com o ministério da Saúde de Gaza perderam a vida desde o início do conflito mais de 16 200 pessoas e Israel promete não parar enquanto o Hamas não foi totalmente eliminado e os 138 reféns sequestrados pela organização palestiniana a 7 de outubro libertados.

O porta-voz das Forças Armadas Israelitas fez um apelo para a Cruz Vermelha Internacional poder ter acesso aos reféns.

As Forças Armadas de Israel divulgarem ainda imagens do que dizem ser uma das maiores apreensões de armas do Hamas na Faixa de Gaza.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

A "contradição" norte-americana na guerra entre Israel e o Hamas

EUA prometem apoio a Israel na eventualidade de uma guerra em grande escala com o Hezbollah

Dois soldados israelitas mortos em ataque do Hamas na Faixa de Gaza