Ano Novo começa com ataques de Israel na Faixa de Gaza

Ataques israelitas em Gaza matam pelo menos 35 pessoas
Ataques israelitas em Gaza matam pelo menos 35 pessoas Direitos de autor Ohad Zwigenberg/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os ataques de Israel na Faixa de Gaza continuam e pelo menos 35 pessoas morreram este domingo. Mais de 1,4 milhões de pessoas estão a ser forçadas a abrigar-se em instalações da ONU.

PUBLICIDADE

Os ataques israelitas no centro da Faixa de Gaza mataram pelo menos 35 pessoas no domingo, juntando-se aos mais de 28.000 mortos ou desaparecidos, numa altura em que os combates prosseguem no terreno. O primeiro-ministro de Israel afirmou que a guerra vai continuar até que todos os reféns sejam libertados e o Hamas seja desmantelado.

De acordo com as agências de ajuda humanitária, mais de 1,4 milhões de pessoas em Gaza estão a ser forçadas a abrigar-se em instalações da ONU, mas muitas continuam a dormir ao relento. Os bombardeamentos contínuos e a intensa guerra terrestre levada a cabo por Israel estão a dificultar a prestação de ajuda humanitária, sendo que a quantidade de fornecimentos de ajuda fica muito aquém das necessidades atuais.

A Cruz Vermelha palestiniana apelou nas redes sociais para que as pessoas tenham em mente que mais de dois milhões de pessoas em Gaza não sabem se sobrevivem neste novo ano, dada a falta de condições a que estão sujeitas. 

Em Telavive, os arranha-céus iluminaram-se de amarelo para mostrar apoio e apelar à libertação dos reféns mantidos em cativeiro pelos militantes do Hamas na Faixa de Gaza há mais de 80 dias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Forças israelitas avançam para operações "direcionadas" na Faixa de Gaza

Pelo menos 70 mortos em ataque israelita a campo de refugiados na Faixa de Gaza

Benjamin Netanyahu apresenta plano de gestão de Gaza para um pós-guerra