EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

"É uma corrida contra o tempo". Réplicas e previsão de chuva complicam operações de resgate no Japão

Japão é atingido por novos tremores secundários
Japão é atingido por novos tremores secundários Direitos de autor 矢島崇貴/AP
Direitos de autor 矢島崇貴/AP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Primeiro-ministro japonês admite preocupação com dificuldades em retirar dos escombros eventuais sobreviventes do sismo registado na segunda-feira no Japão

PUBLICIDADE

O centro do Japão foi sacudido por novas réplicas do grande terramoto de segunda-feira, enquanto as equipas de salvamento continuam à procura de sobreviventes.

Os tremores secundários entretanto registados atingiram uma magnitude de 4,9 na escala de Richter e ocorreram no município de Ishikawa e nas áreas vizinhas. O abalo fez ativar alertas de tsunami e provocou ondas de mais de um metro em alguns locais.

As réplicas obrigaram a interromper o trabalho das equipas de emergência, o que está a preocupar as autoridades, uma vez que as primeiras 72 horas após o sismo são especialmente críticas: as perspetivas de sobrevivência diminuem significativamente após três dias.

"Já se passaram mais de 40 horas. Esta é uma corrida contra o tempo e sinto que estamos num momento crítico", disse Fumio Kishida, primeiro-ministro do Japão, aos jornalistas. "Recebemos informações de que muitas pessoas ainda estão à espera de serem resgatadas debaixo de edifícios desmoronados".

A previsão de chuvas fortes e possíveis deslizamentos de terras podem dificultar ainda mais os esforços das autoridades para encontrar sobreviventes nos escombros. Os abastecimentos de água, eletricidade e telecomunicações também sofreram cortes em algumas áreas mais afetadas. 

De acordo com as autoridades de Ishikawa, o sismo fez cerca de 70 vítimas mortais, mas o número deverá continuar a aumentar: estima-se que dezenas de pessoas estejam ainda presas nos escombros dos edifícios que desabaram.

Dezenas de pessoas deverão estar presas nos escobros dos edifícios que desabaram.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Descartada hipótese de tsunami no Japão após sismo de magnitude 7,6

A alma do Japão embrulhada num bolinho de arroz e algas marinhas

Sismo no Japão faz nove feridos