Governo alemão acusa AfD de defender ideais nazis

Milhares de pessoas saíram às ruas na Alemanha em protesto contra a extrema-direita
Milhares de pessoas saíram às ruas na Alemanha em protesto contra a extrema-direita Direitos de autor Screenshot via EBU
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governo alemão acusou a extrema-direita de defender os ideais do nazismo, após uma plataforma de jornalismo de investigação denunciar que o AfD estava a preparar um plano de deportação em massa.

PUBLICIDADE

A coligação do governo na Alemanha acusou a extrema-direita de defender os ideais nazis, depois de a comunicação social alemã ter revelado informações sobre uma reunião entre representantes do partido nacionalista Alternativa para a Alemanha (AfD) e personalidades da extrema-direita, onde foi discutido um plano de deportações em massa.

O líder do grupo parlamentar do partido Social-Democrata alemão (SPD) acusou a extrema-direita de dissimulação. 

"Vocês são lobos na pele de cordeiros, mas eu digo-vos que a vossa fachada está a começar a ceder. A verdadeira face da AfD está a aparecer à vista de todos e nós vamos clarificar o tipo de ideologia que promovem", avisou Lars Klingbeil.

A ministra do Interior da Alemanha, Nancy Faeser, também denunciou que há uma "clara tentativa da extrema-direita para definir etnicamente quem pertence à Alemanha", lembrando os ideais do nazismo.

Em reação aos relatos de que a AfD estava a preparar um plano de "remigração", milhares de alemães saíram às ruas nos últimos dias para mostrarem indignação. O próprio chanceler alemão Olaf Scholz, junto com vários outros políticos, esteve presente nos protestos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Parlamento alemão aprova legislação para facilitar deportações

Scholz junta-se a milhares de pessoas em manifestação contra extrema-direita em Potsdam

Membros da AfD e da CDU terão encontrado neonazis em reunião secreta