EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Parlamento alemão aprova legislação para facilitar deportações

A votação teve lugar na reunião plenária de quinta-feira no parlamento em Berlim
A votação teve lugar na reunião plenária de quinta-feira no parlamento em Berlim Direitos de autor Kay Nietfeld/dpa (www.dpa.de)
Direitos de autor Kay Nietfeld/dpa (www.dpa.de)
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O parlamento alemão aprovou uma nova legislação para facilitar a deportação de requerentes de asilo rejeitados.

PUBLICIDADE

O Parlamento alemão aprovou uma legislação para facilitar a deportação de requerentes de asilo rejeitados. 

A legislação prevê aumentar a duração máxima das detenções antes da deportação, tendo em vista dar mais tempo às autoridades para analisar os processos.

A duração máxima legal da detenção antes da repatriação será estendida de 10 dias para 28 dias.

As autoridades terão agora mais poderes quando se trata de realizar buscas, por exemplo, agora passa a ser permitido entrar em quartos de acomodação partilhada e não apenas no quarto dos migrantes.

Este era um dos obstáculos com que as autoridades se deparavam. Muitas deportações acabavam por fracassar por dificuldades em localizar os requerentes ou, por vezes, devido à falta de cooperação dos migrantes no momento de fornecer documentos de identificação.

A Alemanha está ainda a tentar fechar acordos com vários países para resolver a questão da migração no seu território, pretendendo também criar mais oportunidades para a imigração legal. 

Na sexta-feira, o parlamento deve votar uma legislação que facilite as regras para a obtenção de cidadania. Segundo o governo alemão, o projeto reforçará a integração dos imigrantes e poderá colmatar a falta de mão de obra qualificada no país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Membros da AfD e da CDU terão encontrado neonazis em reunião secreta

Alemanha endurece leis da imigração e deportação de estrangeiros ilegais

Angela Merkel faz 70 anos: qual a popularidade da antiga chanceler?