EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Narendra Modi inaugura templo controverso na Índia a poucos meses de eleições

Templo hindu será erguido nas ruínas da antiga mesquita Babri na cidade de Ayodhya
Templo hindu será erguido nas ruínas da antiga mesquita Babri na cidade de Ayodhya Direitos de autor Rajesh Kumar Singh/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Rajesh Kumar Singh/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Narendra Modi inaugurou um templo controverso na Índia a poucos meses de eleições, cumprindo uma promessa antiga do partido nacionalista hindu.

PUBLICIDADE

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, inaugurou, na segunda-feira, um polémico templo hindu em Ayodhya, no norte da Índia.

O local de culto constitui uma das principais e mais antigas promessas do partido nacionalista hindu Bharatiya Janata (BJP), que Modi espera que lhe garanta um terceiro mandato consecutivo nas próximas eleições de maio.

Ainda em construção, o templo será edificado sobre as ruínas da histórica mesquita Babri do século XVI.

Em 1992, uma multidão hindu destruiu o templo islâmico, acreditando que estava a ser usurpado o local de nascimento de Ram, a divindade mais reverenciada pelos hindus.

A demolição da mesquita provocou um "banho de sangue" em toda a Índia. Mais de 2.000 pessoas morreram, principalmente muçulmanos.

Em 2019, numa decisão controversa, o Supremo Tribunal da Índia considerou a destruição da mesquita uma "violação flagrante", mas concedeu o local de culto aos hindus, destinando aos muçulmanos um terreno noutro local.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Festival Shivaratri 2024: Sacerdotes hindus fumam marijuana enquanto os devotos celebram

Protestos dos agricultores na Índia geram confrontos com a polícia

Modi quebra silêncio sobre violência no nordeste da Índia