Pessoal de terra da Lufthansa faz greve em cinco aeroportos da Alemanha

Pessoal de terra da Lufthansa faz greve em cinco aeroportos da Alemanha
Pessoal de terra da Lufthansa faz greve em cinco aeroportos da Alemanha Direitos de autor euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pessoal de terra da Lufthansa reivindica igualidade no aumento dos salários dentro da companhia aérea.

PUBLICIDADE

O pessoal de terra da Lufthansa de cinco grandes aeroportos alemães está em greve, esta quarta-feira. A companhia aérea, que cancelou centenas de voos, estima que mais de 100 mil passageiros estejam a ser afetados.

A greve de 27 horas, que começou às 4 da manhã desta quarta-feira, foi convocada pelo sindicato Ver.di, o maior da Alemanha, para os aeroportos de Frankfurt, Hamburgo, BerlimDusseldorf e Munique.

De acordo com o Ver.di, a greve seria desnecessária se a Lufhtansa aprovasse os mesmos aumentos para o pessoal de terra que aprovou para outros profissionais da companhia. No entanto, Marvin Reschinsky, sindicalista do Ver.di, alega que “Não há vontade de o fazer à mesa das negociações”.

Michael Niggermann, diretor do departamento de pessoal da companhia aérea, diz que lamenta a situação, mas insiste que “não era necessária”.

"É claro que lamento a escalada do Ver.di, que, na minha opinião, não era necessária. Estamos dispostos a aumentar os salários e acreditamos que fizemos uma boa proposta com um aumento salarial e outros elementos que totalizam 13% nos próximos três anos”, afirma Niggermann.

A Lufthansa reconheceu, antes da greve, que 80 a 90 por cento dos voos programados seriam interrompidos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Greve na Lufthansa afeta 100 mil passageiros

Alemanha é agora a terceira maior economia do mundo

Greves em Portugal: Em que setores há paralisações e quem é afetado