EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Primeiras tropas da Suécia juntam-se a exercícios militares da NATO na Letónia

FILE: Swedish conscript soldiers take part in the Aurora 23 military exercise at the Rinkaby firing range outside Kristianstad, Sweden, Saturday, May 6, 2023.
FILE: Swedish conscript soldiers take part in the Aurora 23 military exercise at the Rinkaby firing range outside Kristianstad, Sweden, Saturday, May 6, 2023. Direitos de autor Johan Nilsson /TT News Agency via AP
Direitos de autor Johan Nilsson /TT News Agency via AP
De  Manuel Ribeiro Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Apesar da adesão ainda não estar concluída, a Suécia vai enviar cerca de mil soldados para se juntarem aos exercicios militares da NATO. Esta força será colocada na Letónia.

PUBLICIDADE

A NATO está a preparar um acampamento na Letónia para abrigar as primeiras tropas enviadas pela Suécia.

Depois de permanecer durante décadas como um país neutral, a Suécia, embora ainda não tenha finalizado sua adesão, já está a operar ativamente dentro dos quadros da Aliança Atlântica.

Estocolmo prepara-se para enviar para a Letónia uma unidade mecanizada que reúne um batalhão de cerca de 600-800 soldados e blindados pesados. Esta força vai tornar-se parte da "Presença Avançada Reforçada" da NATO, liderada pelo Canadá e deve ser a primeira linha de defesa contra a potencial invasão russa nos países bálticos.

O batalhão sueco junta-se a uma rotação de 6 meses com outro batalhão dinamarquês composto com o mesmo número de soldados. O acampamento em construção deve ser capaz de abrigar 1200 militares.

Adesão à NATO pendente

Seja qual for o resultado da votação de adesão de Estocolmo na Hungria e na Turquia, a Suécia já se alistou como participante de pleno direito nas manobras militares "Steadfast Defender 2024", o maior exercício militar da Aliança desde a Guerra Fria que está a mobilizar mais de 90 mil soldados em diferentes países da NATO.

Fuzileiros dos EUA enviados para a Noruega

Fuzileiros navais dos EUA aprimoram habilidades de esqui no norte da Noruega, como parte dos exercícios da NATO que estão a decorrer desde janeiro e vão durar até maio deste ano.

Os comandantes dos EUA asseguram que a experiência adquirida no gélido inverno de Finnmark ajudará as suas tropas a estarem mais preparadas em condições extremas. Os fuzileiros recebem treino constante em diferentes cenários como deserto, montanha ou selva. 

Os exercícios militares da Aliança começaram oficialmente em 22 de janeiro e durarão até maio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Parlamento turco aprova adesão da Suécia à NATO

NATO anuncia maiores manobras militares na Europa em décadas

Primeiro casal do mesmo sexo casou-se pelo civil na Letónia. "Esperávamos há muito por este dia"