Familiares de reféns do Hamas apresentam queixa no TPI

Familiares de reféns israelitas
Familiares de reféns israelitas Direitos de autor Martin Meissner/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O Fórum das Famílias de Reféns e Desaparecidos pediu ao Tribunal de Haia para processar os líderes do grupo palestiniano por genocídio, crimes de guerra e crimes contra a humanidade.

PUBLICIDADE

Uma delegação de familiares de reféns israelitas detidos em Gaza apresentou uma queixa por crimes de guerra contra os líderes do Hamas no Tribunal Penal Internacional de Haia. O Fórum das Famílias de Reféns e Desaparecidos pediu ao TPI para processar os líderes do grupo palestiniano por genocídio, crimes de guerra e crimes contra a humanidade. 

Cerca de 100 familiares de reféns fizeram parte da delegação, juntamente com várias dezenas de advogados que ajudaram a redigir a proposta ao Tribunal. Depois de apresentarem a queixa, os familiares apelaram à libertação imediata dos reféns e sublinharam a vontade de "fazer justiça". 

" Depois de 7 de outubro, sentimos que não há justiça. O Hamas fez-nos mal, assassinou-nos, bateu-nos, violou-nos. Estamos aqui para fazer justiça", disse Sharon Kalderon, cunhada de um refém.

"Acredito que se não acabarmos com este tipo de mal, ele expandir-se-á e chegará a qualquer lugar, a todos os lugares. Por isso, em primeiro lugar e como sabem, o mais importante é fazer justiça, mas mais do que isso é fazer com que as pessoas tenham a noção de que este tipo de coisas existe de facto. As pessoas estão a negar as atrocidades que foram cometidas", decclarou Doris Liber, mãe de um refém falecido.

Israel também é alvo de uma acusação semelhante. A África do Sul acusa Israel de "violar as suas obrigações ao abrigo da Convenção sobre o Genocídio" em Gaza. O caso está a ser julgado pelo Tribunal Internacional de Justiça.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Milhares de sapatos colocados numa praça em homenagem às crianças mortas em Gaza

Tribunal dos Países Baixos ordena que governo neerlandês suspenda venda de peças de F-35 a Israel

ONU preocupada com distribuição de água em Gaza