Milhares de sapatos colocados numa praça em homenagem às crianças mortas em Gaza

Sapatos foram colocados no chão da praça de Vredenburg em Utrecht
Sapatos foram colocados no chão da praça de Vredenburg em Utrecht Direitos de autor ZZEYE
Direitos de autor ZZEYE
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Milhares de pares de sapatos foram colocados numa praça em Utrecht, nos Países Baixos, em memória às mais de 13 mil crianças mortas em Gaza na guerra entre Israel e o Hamas.

PUBLICIDADE

Milhares de sapatos de criança foram alinhados numa praça na cidade de Utrecht, nos Países Baixos, no domingo, numa homenagem às muitas crianças mortas em Gaza. 

À medida que os sapatos foram colocados no chão da praça de Vredenburg foram ditos os nomes e idades das crianças mortas no enclave palestiniano desde 7 de outubro.

Cerca de 13.600 crianças foram mortas desde o início da guerra entre Israel e o Hamas, de acordo com os últimos números do Ministério da Saúde de Gaza, que foram considerados confiáveis pelas Nações Unidas.

Na terça-feira, o Comité Internacional da Cruz Vermelha (ICRC) pediu que mais ajuda humanitária seja entregue ao norte de Gaza. "Os civis que vivem no norte de Gaza têm pouco acesso a serviços médicos, abrigo ou itens essenciais", lê-se numa publicação do ICRC na rede social X.

A investida militar israelita em Gaza levou a uma catastrófica crise humanitária que deixou quase um quarto da população à beira da fome, estimou a ONU em fevereiro.

Cerca de 70% da população no norte de Gaza está a passar fome a um nível "catastrófico", aponta um novo relatório apoiado pela ONU, divulgado na segunda-feira pelo organismo responsável pela Classificação Integrada de Fases de Segurança Alimentar (IPC).

Toda a população da faixa de Gaza (2,3 milhões) está a passar por "altos níveis de insegurança alimentar" e, nas contas do IPC, isto significa que entre março e julho metade da população de Gaza (1,1 milhões) chegará ao nível "catastrófico" de fome.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataques israelitas em Gaza fazem vários mortos. OMS alerta que recém-nascidos estão a morrer à fome

Israel vai enviar delegação a Washington para discutir intervenção em Rafah

Espanha: milhares deitam-se no chão em memória dos palestinianos mortos em Gaza