Transnístria pode pedir anexação à Rússia

Sasha Vakulina
Sasha Vakulina Direitos de autor euronews
De  Oleksandra Vakulina
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Região separatista da Moldávia poderá alegar a necessidade de proteger os "compatriotas" russos para pedir a Moscovo que anexe o território.

PUBLICIDADE

A Transnístria, região separatista pró-russa da Moldávia, poderá convocar ou organizar um referendo sobre uma eventual anexação pela Rússia, no recentemente anunciado Congresso dos Deputados da Transnístria, previsto para 28 de fevereiro.

O pretexto para tal anexação seria a alegada necessidade de proteger os cidadãos e "compatriotas" russos na Transnístria das ameaças da Moldávia, da NATO ou de ambas.

A população da Transnístria, que declarou ilegalmente a independência em 1990, é de cerca de 470.000 pessoas. Cerca de 1.500 soldados russos estão aqui estacionados.

O Institute for the Study of War afirma que o Kremlin está a conduzir operações de informação contra a Moldávia muito semelhantes às que utilizou antes das invasões da Ucrânia, em 2014 e 2022.

O presidente russo, Vladimir Putin, poderia, na mais perigosa das hipóteses, declarar a anexação da Transnístria pela Rússia durante o seu discurso na Assembleia Federal Russa, a 29 de fevereiro, embora isso pareça improvável, diz o Institute for the Study of War.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia: dois anos de guerra

Dois anos após invasão russa, ucranianos enfrentam situação muito difícil no Donbass

Viúva de Navalny já tem outra pessoa? Iulia Navalnaya não escapa à desinformação online