Turquia acusa Israel de novo "crime contra a Humanidade"

Ancara criticou acidente desta quinta-feira em Gaza
Ancara criticou acidente desta quinta-feira em Gaza Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ancara juntou-se ao coro de críticas depois do ataque de quinta-feira contra um grupo de palestinianos que seguiam um camião de ajuda humanitária.

PUBLICIDADE

A Turquia juntou-se à Arábia Saudita, ao Egito e à Jordânia para condenar os disparos das forças israelitas contra os palestinianos que seguiam um camião que transportava ajuda humanitária. A intervenção israelita causou mais de uma centena de mortos e pelo menos 700 feridos, segundo o Ministério da Saúde de Gaza, que está sob a alçada do Hamas.

Israel afirmou que as suas tropas dispararam quando se sentiram ameaçadas pela multidão e que a maioria das mortes resultou do caos e dos atropelamentos, acrescentando que pretendia evitar um ataque ao camião de ajuda humanitária. O Ministério dos Negócios Estrangeiros turco fala de "mais um crime contra a humanidade".

A ONU pediu uma investigação independente ao ataque. Nas redes sociais, o Secretário-Geral  da organização condenou o incidente. António Guterres voltou a dizer que os civis em Gaza precisam de "ajuda urgente" e lembrou que as Nações Unidas não conseguem chegar ao norte do enclave há mais de uma semana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Centrais nucleares iranianas não foram danificadas após alegado ataque israelita

Ursula von der Leyen: "Todas as partes devem abster-se de uma escalada"

Explosões perto de base aérea iraniana aumentam a tensão