Soldados russos votam nos territórios ocupados da Ucrânia

Presidenciais russas
Presidenciais russas Direitos de autor AP/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Centro Nacional de Resistência ucraniano já tinha referido que as forças russas estavam a preparar-se para dar oportunidade aos militares de votarem.

PUBLICIDADE

Os soldados russos que combatem na Ucrânia estão a participar na votação antecipada para as eleições presidenciais. O Ministério da Defesa russo e a Guarda Nacional divulgaram, esta terça-feira, vídeos que mostram os militares a votar. 

A votação está a decorrer nas zonas de retaguarda daquilo a que a Rússia chama a operação militar especial na Ucrânia.

O Centro Nacional de Resistência ucraniano já tinha referido que as forças russas estavam a preparar-se ativamente para dar oportunidade aos militares de votarem nos territórios ocupados.

Qualquer cidadão russo com mais de 18 anos que não esteja a cumprir pena de prisão pode votar nas presidenciais do país.

As eleições realizam-se durante três dias, entre 15 e 17 de março.

Esta é a primeira eleição presidencial na Rússia em que as urnas estarão abertas durante três dias em vez de um.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy promulga lei controversa para mobilizar mais militares para a guerra

Presidenciais eslovacas: vitória de Pellegrini reforça governo eurocético de Robert Fico

UE e Ucrânia estudam tribunal especial para Putin e oficiais de guerra