Novos bombardeamentos na região de Kharkiv. Alargada a retirada forçada de famílias com crianças

Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia Direitos de autor screenshot
De  Euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Devido à intensificação dos ataques, a retirada forçada de famílias com crianças foi alargada a 18 aldeias.

PUBLICIDADE

Pelo menos sete pessoas, incluindo uma criança de 3 anos, ficaram feridas num ataque noturno à cidade de Chuhuiv, na região de Kharkiv. Um míssil atingiu o solo no centro da cidade, danificando três edifícios, duas casas particulares, um centro comercial, um banco e um hotel.

Devido à intensificação dos bombardeamentos, a retirada forçada de famílias com crianças foi alargada a 18 aldeias nas comunidades de Velykoburluksk e Vilkhuvatka do distrito de Kupiansk.

Esta é a segunda retirada forçada de famílias com crianças na região de Kharkiv. Em novembro, 300 crianças foram retiradas de cinco comunidades do distrito de Kupiansk, na margem esquerda do rio Oskol.

Esta sexta-feira, o ministério da Defesa russo divulgou imagens de operadores de drones a atacar equipamento, armas e efetivos ucranianos na região de Kherson. 

Entretanto, as autoridades da região russa de Belgorod afirmam que duas pessoas morreram num ataque de drones ucranianos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Militares ucranianas também lutam contra a desigualdade de género na linha da frente

Ex-comandante das Forças Armadas da Ucrânia nomeado embaixador do país no Reino Unido

Adesão da Ucrânia poderá custar 136 mil milhões de euros ao orçamento da UE