EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Navio de ONG espanhola já chegou a Gaza com 200 toneladas de alimentos

Faixa de Gaza
Faixa de Gaza Direitos de autor Abdel Kareem Hana/AP
Direitos de autor Abdel Kareem Hana/AP
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Navio de ajuda espanhol com 200 toneladas de alimentos para os palestinianos já começou a entrgar ajuda.

PUBLICIDADE

O navio da ONG espanhola Open Arms já chegou à Faixa de Gaza e começaram a ser descarregadas as 200 toneladas de alimentos que a embarcação transportava em contentores.

Por trás da missão de ajuda humanitária está a Organização Não Governamental (ONG) World Central Kitchen, que revelou entretanto que dois contentores já tinham chegado a terra.

Numa publicação nas redes sociais, o chef espanhol José Andrés, que lidera a Word Central Kitchen, anunciou a chegada dos primeiros mantimentos por mar.

O navio partiu do porto de Larnaca, em Chipre, na quarta-feira. Espera-se que entregue cerca de 37 milhões de refeições na Faixa de Gaza, onde cerca de dois milhões de palestinianos tiveram de abandonar as suas casas para escapar dos ataques israelitas em todo o território.

Israel, por seu lado, garante que vê com bons olhos a abertura de um corredor marítimo para levar ajuda humanitária à Faixa de Gaza e as forças israelitas prometeram facilitar a entrega dos alimentos, enquanto continuam a lutar contra o Hamas. 

O navio da Open Arms é o primeiro a testar a rota marítima de ajuda humanitária aos palestinianos. 

A World Central Kitchen anunciou que um segundo navio, ainda maior, está a ser carregado pela sua equipa em Chipre com centenas de toneladas de alimentos, também destinados a Gaza. 

Esta sexta-feira foi lançada mais comida a partir de aviões, mas várias organizações humanitárias têm alertado que as missões marítimas e os lançamentos aéreos não substituem as entregas por terra.

Após cinco meses de guerra, aumenta a pressão sobre Israel para que permita a entrada de mais ajuda. Um quarto da população de Gaza está a passar fome, de acordo com as Nações Unidas.

Centenas de milhares de palestinianos estão num campo improvisado no sul do enclave, depois de terem fugido das suas casas para sobreviver ao conflito.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Estado da União": Defesa da democracia e ajuda para Gaza

Pelo menos 17 palestinianos mortos num ataque israelita a escola que servia de refúgio

Gaza: pelo menos 71 mortos e mais de 200 feridos num ataque ao campo de al-Mawasi