Tribunal suspende bloqueio do Telegram em Espanha

Telegrama.
Telegrama. Direitos de autor Matt Slocum/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em espanhol

O juiz Pedraz decidiu suspender o bloqueio da aplicação em território espanhol e solicitou um relatório sobre a plataforma.

PUBLICIDADE

O juiz Santiago Pedraz, da Audiência Nacional - tribunal que tem jurisdição em todo o território espanhol - decidiu suspender o bloqueio temporário do Telegram em Espanha, medida que ordenou na passada sexta-feira, e solicitou um relatório policial sobre a aplicação ao Gabinete de Informação Geral da Polícia Nacional.

A suspensão temporária do Telegram em Espanha fica assim sem efeito, por enquanto, depois de o magistrado ter ordenado a medida na sequência de uma queixa apresentada pela Mediaset, Atresmedia, Movistar e Egeda.

O juiz Pedraz solicitou igualmente informações sobre os efeitos que uma suspensão temporária poderá ter nos utilizadores. Pedraz tinha dado já esta segunda-feira um prazo de três horas para que os operadores bloqueassem a aplicação em Espanha.

A aplicação é acusada de difundir conteúdos protegidos

Os principais grupos de comunicação social do país denunciaram a aplicação por difundir conteúdos protegidos por direitos de autor sem a autorização expressa dos autores.

Depois de o magistrado ter instado o Telegram a enviar-lhe informações sobre o assunto, a aplicação nunca respondeu, razão pela qual o magistrado tomou a decisão drástica de bloqueio que, até à data, não foi cumprida.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia pede à Google e Apple para remover Telegram das lojas de aplicações

Um arquiteto juntou-se a 17 famílias e nasceu a primeira cooperativa de habitação em Madrid

Só em janeiro, Canárias receberam mais migrantes do que na primeira metade de 2023