Países europeus sobem nível de alerta de terrorismo após ataque em Moscovo

Países europeus sobem nível de alerta de terrorismo após ataque em Moscovo
Países europeus sobem nível de alerta de terrorismo após ataque em Moscovo Direitos de autor Michel Euler/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

França e Itália vão reforçar as medidas de segurança, depois do ataque em Moscovo na passada sexta-feira. O Sistema de Segurança Interna português decidiu manter o mesmo nível, que já tinha sido alterando em outubro de 2023.

PUBLICIDADE

Vários países europeus subiram o nível de alerta, na sequência do ataque a uma sala de espetáculos em Moscovo, na passada sexta-feira.

França elevou o nível de terrorismo para a categoria máxima, depois de o ter reduzido em janeiro para a categoria 2 “segurança reforçada”, segundo as agências internacionais.

Desde o dia 21 de março deste ano, 130 escolas secundárias francesas estão sob ameaça de ataque, depois de várias mensagens e vídeos de decapitação terem sido enviados aos alunos. 

O governo francês prometeu “perseguir” os autores do ciberataque, tendo o ministério público de Paris aberto um inquérito sob acusação de "acesso e utilização fraudulenta de um sistema automatizado de tratamento de dados" e de "introdução fraudulenta de dados".

A população francesa enfrenta, agora, um maior controlo e buscas em locais com muita gente, bem como em espaços de culto e escolas.

"Favorável? Nunca somos a favor, é sempre menos liberdade, mas temos de o fazer", disse um cidadão francês, citado pelas agências internacionais.

3.000 soldados franceses encontram-se posicionados em frente às áreas habitacionais, enquanto outros 4.000 estão em alerta, podendo ser mobilizados a qualquer momento.

Itália implementa medidas de segurança na Páscoa

Já em Itália, o ministro do Interior Matteo Piantedosi, anunciou, na segunda-feira, que vão ser implementadas medidas de segurança durante o período da Páscoa.

"Reforçámos as medidas de proteção, as medidas de vigilância e as medidas de prevenção que já tínhamos. Penso que já muito elevadas desde 7 de outubro, quando os cenários internacionais se tornaram um pouco complicados”, disse Piantedosi, citado pelas agências internacionais.

A Aústria, a Alemanha e a Bélgica revelaram que vão manter o mesmo nível de alerta terrorista, que já é elevado, assim como Espanha, que tem estabelecido o nível quatro de alerta, desde junho de 2015.

Portugal não vai subir o nível de alerta para atentados

O Sistema de Segurança Interna português decidiu não aumentar o nível de alerta para ameaças terroristas em Portugal, considerando que a atual avaliação de ameaça é adequada, de acordo com as agências internacionais.

O grau de ameaça terrorista em Portugal tinha sido aumentado em outubro de 2023, do nível quatro “moderado” para o nível três “significativo”, após o ataque terrorista do Hamas em Israel a 7 de outubro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia detém homem do Quirguistão suspeito de estar envolvido no último ataque a Moscovo

Ataque de Moscovo: número de mortos sobe para 139; detidos mais três suspeitos

Governo francês promete "perseguir" autores de ciberataque que ameaçou 50 escolas