Ataques russos com mísseis e drones atingem centrais termoelétricas no leste da Ucrânia

Trabalhos de limpeza ainda decorrem em Kharkiv
Trabalhos de limpeza ainda decorrem em Kharkiv Direitos de autor Andriy Andriyenko/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Três centrais termoelétricas no leste da Ucrânia foram atingidas por ataques russos. Kiev enfatiza eficácia dos sistemas antiaéreos e diz que abateu 84 dos 99 mísseis e drones lançados por Moscovo.

PUBLICIDADE

Enquanto os trabalhos de limpeza de destroços continuavam em Kharkiv após os mais recentes ataques russos, Kiev anunciou, esta sexta-feira, que abateu 84 dos 99 mísseis e drones lançados durante a noite pelas forças russas. 

Segundo o ministro da Energia ucraniano, três centrais termoelétricas no leste do país foram atingidas. Os ataques também atingiram duramente algumas cidades, mas as autoridades ucranianas enfatizaram a eficácia do sistema de defesa antiaéreo.

Na quinta-feira, um avião de combate russo caiu no mar ao largo da Crimeia, o piloto foi salvo. Não foi avançada uma explicação oficial para o acidente.

Numa entrevista esta semana, o ex-secretário-geral da NATO Jaap de Hoop Scheffer disse que o preço a pagar por  não se ir mais longe no apoio à Ucrânia será "tremendamente alto". 

Scheffer criticou o bloqueio de "um pacote de apoio financeiro de 60 mil milhões de euros" dos Estados Unidos a Kiev, acrescentando que nem mesmo a Europa está a fazer o suficiente.

O primeiro-ministro polaco, Donald Tusk, e o seu homólogo ucraniano, Denys Chmygal, também confirmaram na quinta-feira que foram feitos progressos na resposta aos problemas dos agricultores europeus, sobretudo dos polacos, mas não adiantaram mais detalhes sobre o tema.

Tusk indicou que a Polónia propôs à UE a imposição de uma taxa de 50% sobre os produtos agroalimentares russos e bielorrussos, o que descreveu como "um passo em frente" para a resolução do conflito.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia veta resolução do Conselho de Segurança da ONU sobre a Coreia do Norte

Motorista de táxi morto pelas forças russas em Kherson, 12 feridos em Mykolaiv

Varsóvia e Kiev dão "passo em frente" mas não chegam a acordo sobre exportação de cereais ucranianos