ONU abre investigação a explosão que feriu quatro funcionários no Líbano

Ataque no Líbano
Ataque no Líbano Direitos de autor Mohammad Zaatari/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Observadores da ONU foram atingidos por explosão na zona sul do Líbano, imprensa libanesa culpa ataque israelita.

PUBLICIDADE

A Organização das Nações Unidas abriu uma investigação depois de quatro dos seus funcionários terem ficado feridos numa explosão enquanto patrulhavam uma zona fronteiriça no sul do Líbano, na área de Rmeish.

As vítimas são três observadores, naturais da Áustrália, Chile e Noruega, e um intérprete libanês. Todos trabalhavam para a missão de manutenção de paz da ONU no Líbano, conhecida como Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL).

A UNIFIL declarou em comunicado que o ataque às forças de manutenção da paz é "inaceitável" e revelou que está a investigar a origem da explosão, acrescentando que o veículo estava claramente identificado, com grandes bandeiras azuis, e que as letras da ONU eram visíveis.

A agência estatal de notícias do Líbano avançou que as forças de paz da ONU tinham sido alvo de um ataque israelita, versão que foi entretanto negada por um porta-voz das Forças de Defesa de Israel, que garante que nenhum veículo da missão da ONU foi atacado naquela área.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pelo menos 16 mortos no Líbano e um morto em Israel após combates

Agrava-se conflito no sul do Líbano

Borrell no Líbano: "Este conflito é a última coisa de que o país precisa"