EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Recuperados 50 corpos de uma vala comum em Khan Younis

Palestinianos caminham pela destruição na sequência de uma ofensiva aérea e terrestre israelita em Khan Younis, no sul da Faixa de Gaza, a 8 de abril de 2024.
Palestinianos caminham pela destruição na sequência de uma ofensiva aérea e terrestre israelita em Khan Younis, no sul da Faixa de Gaza, a 8 de abril de 2024. Direitos de autor Fatima Shbair/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Fatima Shbair/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  Euronews com AP, EBU
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
Artigo publicado originalmente em inglês

Entretanto, o exército israelita afirma que as forças do país foram destacadas ao longo de toda a fronteira de Israel, num reforço da segurança antes das festividades da Páscoa judaica.

PUBLICIDADE

Os serviços de emergência da Faixa de Gaza dizem ter recuperado os corpos de pelo menos 50 palestinianos de uma vala comum na cidade de Khan Younis, no sul do território.

As equipas de proteção civil ainda estão a levar a cabo operações de busca. Alguns relatos sugerem que podem existir cerca 150 corpos enterrados na área.

As tropas de Israel retiraram-se de Khan Younis há duas semanas, após meses de uma ofensiva para erradicar o Hamas, que deixou grande parte da cidade em ruínas.

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu prometeu "desferir golpes adicionais e dolorosos" no Hamas, a fim de aumentar a pressão sobre o grupo para libertar os reféns israelitas ainda detidos em Gaza.

Disse Netanyahu: "Não vamos descansar nem por um momento na missão sagrada de os trazer de volta a casa. Infelizmente, todas as propostas para o regresso dos nossos reféns foram rejeitadas pelo Hamas".

Reforço de segurança na Páscoa judaica

O porta-voz do exército israelita disse que as forças estão mobilizadas em antecipação das festividades da Páscoa judaica, que devem começar esta segunda-feira à noite.

"As Forças de Defesa de Israel (FDI) estão posicionadas ao longo de toda a extensão das fronteiras para garantir a segurança dos cidadãos do Estado de Israel. Mesmo durante as festas, é preciso estar vigilante e seguir as diretivas do Comando da Frente Interna", disse o contra-almirante Daniel Hagari.

Numa manifestação em Israel, os participantes transportaram caixões e vestiram-se de preto, apelando a um acordo imediato para libertar os restantes reféns detidos em Gaza. Segundo Israel, o Hamas ainda mantém em cativeiro cerca de 100 pessoas.

Desde os ataques 7 de outubro que se realizam quase semanalmente protestos em massa em Israel para exigir que o governo faça mais para garantir a libertação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataques israelitas contra Rafah matam principalmente crianças

Netanyahu insiste na ofensiva terrestre em Rafah: "Há uma data"

Novos ataques aéreos israelitas em Gaza fazem pelo menos 100 mortos