EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Europeias: AD escolhe Sebastião Bugalho para cabeça de lista, PS aposta em Marta Temido

Parlamento Europeu
Parlamento Europeu Direitos de autor Geert Vanden Wijngaert/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Geert Vanden Wijngaert/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Candidatos da AD e do Partido Socialista foram conhecidos na noite de segunda-feira.

PUBLICIDADE

Já foram anunciadas as listas da AD e do Partido Socialista para as eleições europeias de 9 de junho. A AD revelou na noite de segunda-feira que o cabeça de lista será o jornalista Sebastião Bugalho, atualmente colunista do Expresso e comentador televisivo na SIC.

Sebastião Bugalho tem 28 anos e, em 2019, já tinha concorrido como independente nas listas de candidatos a deputados do CDS-PP, mas não foi eleito. Em 2021, recusou substituir a deputada Ana Rita Bessa na Assembleida da República. Nos últimos anos, foi comentador na TVI24 e na CNN Portugal, antes de se mudar para a SIC.

Sebastião Bugalho
Sebastião BugalhoVia Facebook/Sebastião Bugalho

Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, era um dos nomes mais falados para cabeça de lista da AD às europeias mas, conforme avançaram vários jornais e televisões, terá recusado ser o número 2 da lista, a seguir a Bugalho. O nome do autarca portuense também tinha gerado alguma contestação entre militantes do Porto.

O segundo e terceiro lugares da lista da AD são ocupados por Paulo Cunha, vice-presidente do PSD, e Ana Miguel Pedro, indicada pelo CDS-PP. Hélder Sousa e Silva, presidente da Câmara Municipal de Mafra, e Lídia Pereira, que é atualmente eurodeputada, ocupam, respetivamente, o quarto e quinto lugar.

Sérgio Humberto, Paulo Nascimento Cabral e Carla Rodrigues surgem respetivamente no sexto, sétimo e oitavo lugar da lista. Em nono, Rubina Leal, indicada pela Madeira. O CDS-PP indicou também o décimo candidato da lista, Vasco Weinberg, que é atualmente eurodeputado, substituindo Nuno Melo, ministro da Defesa.

PS aposta em Temido

A antiga ministra Marta Temido
A antiga ministra Marta TemidoArmando Franca/AP

A antiga ministra da Saúde, Marta Temido, é cabeça de lista do Partido Socialista para as eleições europeias. Em segundo lugar surge Francisco Assis, agora deputado, que recentemente falhou a eleição para a presidência da Assembleia da República, e em terceiro a ex-ministra dos Assuntos Parlamentares no último governo de António Costa, Ana Catarina Mendes.

Bruno Gonçalves, secretário-geral da União Internacional de Juventudes Socialistas, André Rodrigues (Açores), Carla Tavares - presidente da Câmara da Amadora e Isilda Gomes (autarca de Portimão) surgem, respetivamente, no quarto, quinto, sexto e sétimo lugares. Seguem-se, na oitava posição, Sérgio Gonçalves (Madeira), Miguel Lemos na nona e Joana Sá Pereira ocupa o décimo lugar da lista dos socialistas.

Na lista do PS não se inclui nenhum dos atuais eurodeputados do partido.

Os candidatos já anunciados dos outros partidos são João Cotrim Figueiredo, ex-presidente da Iniciativa Liberal, que foi escolhido pelo partido para ser cabeça de lista; António Tânger Corrêa, antigo embaixador, será cabeça de lista do Chega; Francisco Paupério vai encabeçar a lista do Livre; Catarina Martins será cabeça de lista do Bloco de Esquerda, que já coordenou; João Oliveira, antigo líder parlamentar, é o primeiro da lista do PCP. 

O PAN é o único partido com assento parlamentar que ainda não apresentou a lista de candidatos às eleições europeias, prevendo-se que o faça após votação da Comissão Política, no dia 25 de abril.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

50 anos do 25 de Abril: o que ainda falta cumprir da revolução?

Chatbots mais populares de IA fornecem desinformação "não intencional" aos utilizadores antes das eleições europeias

Quão verdes são os manifestos dos partidos que concorrem às eleições europeias?