EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Rússia lança ataque maciço contra estruturas energéticas da Ucrânia

Cidade de Kherson foi fortemente atingida durante a noite
Cidade de Kherson foi fortemente atingida durante a noite Direitos de autor AP/AP
Direitos de autor AP/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Durante a noite, mais de 50 mísseis de cruzeiro e drones explosivos foram lançados contra várias zonas da Ucrânia.

PUBLICIDADE

As forças russas desencadearam uma série de ataques, durante a noite, com mais de 50 mísseis de cruzeiro e drones explosivos lançados contra a rede elétrica da Ucrânia na madrugada desta quarta-feira, visando uma vasta área, naquilo a que o presidente Volodymyr Zelenskyy chamou um ataque "maciço". no mesmo dia em que o país celebra a derrota do nazismo na Segunda Guerra Mundial.

Zelenskyy assinalou o Dia da Vitória no X e disse que "há uma linha que os nazis russos não podem cruzar - a da coragem daqueles que se levantam contra o mal. Tal como o nazismo de Hitler, o de Putin quer que as fronteiras nunca acabem".

O bombardeamento atingiu alvos em sete regiões ucranianas, incluindo a área de Kiev e partes do sul e oeste, danificando casas e a rede ferroviária do país, segundo as autoridades. Três pessoas, incluindo uma menina de 8 anos, ficaram feridas.

Os residentes da zona central de Kherson, juntamente com voluntários, estão a limpar o rescaldo do bombardeamento da cidade pelos militares russos, que teve lugar na noite de terça-feira.

Em consequência do bombardeamento, Kherson sofreu um corte parcial de eletricidade e estão a ser efectuadas reparações. O ataque fez vários estragos nesta cidade do sul da Ucrânia, sobretudo no bairro de Korabelnyi.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polónia quer estar pronta caso haja um ataque da Rússia e pede à UE para dar mais armas à Ucrânia

A Rússia continua a utilizar a ponte da Crimeia para reforçar as suas forças militares na Ucrânia?

UE vai usar 3 mil milhões de euros de lucros de ativos russos para ajudar Ucrânia