EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Inundações na Bélgica e no Leste de França causam estragos

Cheias em França
Cheias em França Direitos de autor Screenshot EBU
Direitos de autor Screenshot EBU
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Europa continua assolada por fortes tempestades e chuvas, com registo de inundações e cheias repentinas. Depois dos fenómenos registados em Itália, Alemanha e Eslovénia, o mau-tempo fora de época chega agora ao leste de França e Bélgica.

PUBLICIDADE

O município de Voeren, na Bélgica, sofreu as piores inundações da sua história. Ontem à noite, o ribeiro Berwinne transbordou após fortes chuvas. Num curto espaço de tempo, o município de Mouland, no Limburgo, ficou inundado.

O primeiro-ministro Alexander De Croo deslocou-se ontem a Les Fourons (Voeren) para verificar os danos causados pelas inundações de ontem à noite.

O chefe do governo federal reuniu-se com o presidente da câmara local, Joris Gaens, e falou com os residentes afetados.

França continua a sofrer com as fortes chuvas no Leste

Um carro foi arrastado pela força da corrente na comuna francesa de Boulay-Moselle, na região de Moselle, na sexta-feira, 17 de maio. O rio tinha rebentado as suas margens e a corrente era muito forte. "É muito rápido, não estávamos à espera", disse um homem.

A alguns quilómetros de distância, em Bouzonville, outro carro ficou completamente submerso. Em Saint-Avold, a água caía por todo o lado e inundava as casas.

Tem chovido no Baixo Reno desde quinta-feira à noite. O centro de Diemeringen está completamente inundado e conduzir nas estradas tornou-se uma missão perigosa. Perto de Saverne (Baixo Reno), a água está a subir inexoravelmente.

O rio Zorn resvalou pelas suas margens. As casas estão cercadas e a água chegou quase ao cimo da ponte.

Durante a noite, cerca de 50 estradas continuavam intransitáveis, nomeadamente em Moselle. A região está em alerta vermelho devido à chuva e perigo de inundações. As autoestradas A4 e A31 estão parcialmente encerradas.

Chuvas fortes inundam a Europa

No sábado, o Chanceler alemão Olaf Scholz deslocou-se à região do Sarre, após esta ter sido inundada pelo rio, e cancelou a sua agenda de sábado para as eleições europeias.

As regiões italianas da Lombardia e do Veneto também sofreram uma das maiores inundações dos últimos anos, com um total de 2800 intervenções de bombeiros e equipas de salvamento, bem como na Eslovénia, onde mais de 30 edifícios ficaram inundados.

Até agora, estes fenómenos meteorológicos causaram muitos danos, mas não podem ser comparados com as inundações no Afeganistão ou no Brasil, onde se registou um elevado número de mortos e desaparecidos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Europa atingida por inundações no Norte e ondas de calor no Sul

Chuvas torrenciais provocam inundações e caos no norte de Itália

Inundações ameaçam um em cada oito europeus e 11% dos hospitais