EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Biden diz que teve "um mau momento" pelo seu desempenho no debate contra Trump

Presidente dos EUA, Joe Biden
Presidente dos EUA, Joe Biden Direitos de autor Manuel Balce Ceneta/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Manuel Balce Ceneta/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Biden deu a sua primeira entrevista televisiva à ABC na qual se defendeu das acusações sobre a sua saúde e idade que surgiram no debate da CNN contra Trump.

PUBLICIDADE

O presidente dos EUA atribuiu o seu desempenho desastroso no debate presidencial da semana passada a um "episódio mau". Biden deu mais pormenores sobre a forma como se sentia na altura do debate, argumentando que estava fatigado por doença - uma constipação, disse -, por viagens e que até tinha feito um teste à COVID-19.

Na sua conversa com George Stephanopoulos da 'ABC', Joe Biden proferiu palavras contra Trump acusando-o de ser "um mentiroso compulsivo". E comentou que ele mentiu 28 vezes durante o debate.

Questionado sobre a possibilidade de abandonar a corrida à presidência dos EUA, Biden foi muito claro e conciso: "Sou a pessoa mais qualificada para estar aqui e sei como fazer as coisas.

"Quem é que vai conseguir manter a NATO unida como eu consigo? Quem é que vai conseguir manter a orla do Pacífico numa posição em que, pelo menos, controlamos a presença da China? Quem é que vai fazer isso? Quem é que tem esse alcance?", questionou o presidente referindo-se à sua política externa e à tomada de decisões.

"Só Deus pode tirar-me da corrida presidencial"

Joe Biden foi questionado sobre a reportagem do Washington Post sobre Mark Warner e a sua tentativa de o convencer a demitir-se, ao que o presidente respondeu que o respeita, mas que tem um ponto de vista diferente.

E acrescentou que os seus colegas mais próximos não o encorajaram a continuar e que excluiu a possibilidade de se retirar da corrida presidencial.

Este não foi o único apelo para que Biden desistisse da corrida presidencial, até o "New York Times" fez um apelo público a Biden.

O presidente encerrou a questão deixando claro que só Deus o poderia tirar da corrida presidencial nesta altura, "e isso não vai acontecer".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden reafirma que ainda está na corrida para as presidenciais

Biden pede aos americanos que evitem a violência política após tentativa de assassinato de Trump

Trump sugere que vai manter discurso agendado para a Convenção Republicana