EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Banco de Inglaterra mantém taxa de juro apesar do "Brexit"

Banco de Inglaterra mantém taxa de juro apesar do "Brexit"
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A conclusão da primeira reunião do Banco de Inglaterra após o referendo que ditou o “Brexit” revelou-se uma deceção para os mercados devido à manutenção da taxa de juro de…

PUBLICIDADE

A conclusão da primeira reunião do Banco de Inglaterra após o referendo que ditou o “Brexit” revelou-se uma deceção para os mercados devido à manutenção da taxa de juro de referência. Até a valorização da libra esterlina dos últimos dias “travou” face a esta decisão.

Face aos efeitos negativos pela perspetivada saída do Reino Unido da União Europeia, os investidores esperavam uma redução da atual taxa para metade, mas o regulador da banca britânica decidiu manter a taxa no meio ponto percentual. A redução poderia beneficiar o crédito e o mercado imobiliário, mas seria prejudicial para as poupanças e colocaria mais pressão sobre a libra esterlina.

Monetary policy summary and minutes of the MPC meeting ending on 13 July 2016 https://t.co/KxIXEgjl8c#BankRatepic.twitter.com/XZlgUZIV0c

— Bank of England (@bankofengland) 14 de julho de 2016

O organismo liderado por Mark Carney esteve reunido dois dias com a Comissão de Política Financeira e, com uma votação de oito contra um entre a comissão executiva, foi decidido manter inalterada a taxa de juro de referência. Foi também aprovado de forma unânime o programa de compra de ativos de 375 mil milhões de libras.

O relatório da reunião revela que a política monmetária e as previsões para economia britânica será revistas no próximo encontro do Banco de Inglatera, previsto para quatro de agosto.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Novo indício de que o BCE poderá vir a reduzir as taxas de juro na reunião de junho

O que está em alta e o que não está para as viagens e o turismo este ano?

Comissário europeu para a Economia sem arrependimentos apesar da reação negativa ao Pacto Ecológico