EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Deutsche Bank: O colapso na bolsa

Deutsche Bank: O colapso na bolsa
Direitos de autor 
De  Patricia Cardoso com Reuters, Lusa
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É o colapso do Deutsche Bank na bolsa.

PUBLICIDADE

É o colapso do Deutsche Bank na bolsa. Na abertura da sessão desta sexta-feira, as ações do maior banco alemão afundaram 8% e situavam-se abaixo dos dez euros, pela primeira vez. Os títulos recuperaram ligeiramente.

Os investidores reagiram às notícias da agência Bloomberg. Esta afirma que há vários fundos de investimento a retirar capital do banco.

O presidente do banco, John Cyran, pediu tranquilidade aos funcionários e desvaloriza o que chama de “rumores”.

CEO John Cryan writes a letter to reassure employees on Friday about #Deutsche Bank after its record bad weekhttps://t.co/85XblNBzjH

— Handelsblatt Global (@HandelsblattGE) 30 de setembro de 2016

Será o Deutsche Bank o novo Lehman Brothers? Oliver Roth, analista do Oddo Seydler Bank, recusa fazer comparações: “Não é uma crise semelhante à do Lehman Brothers, porque as autoridades, os reguladores e os países, aprenderam que um banco deste tamanho não pode falir, porque é relevante para o sistema. Ou seja, não iremos assistir à falência do Deutsche Bank, ele vai resolver os seus problemas. Se não conseguir sozinho terá de ser ajudado. O importante é que as coisas não piorem”.

Este ano, o Deutsche Bank já desvalorizou quase 60%. A queda acentuou-se nas últimas semanas.

Given German government's tough love with Greece, will it practice what it preaches at home? #Deutsche Bank stock hits record low today pic.twitter.com/082KHwPhom

— Kevin Crowley (@CrowleyKev) 30 de setembro de 2016

A situação financeira do banco preocupa o mercado desde que a justiça norte-americana pediu uma multa recorde de 12,4 mil milhões de euros (14 mil milhões de dólares) para saldar o litígio imobiliário na origem da crise financeira de 2008.

O Deutsche Bank é acusado, como outros grandes bancos, de ter vendido a investidores antes do início da crise financeira de 2007/08 empréstimos hipotecários residenciais, que são créditos convertidos em produtos financeiros, sabendo que os mesmos eram tóxicos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Commerzbank confirma corte de 9.600 empregos

Governo alemão nega plano de resgate para o Deutsche Bank

Preços do gás natural aumentam com a explosão da inteligência artificial