EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Reino Unido: Desemprego cai para mínimos de 2005, mas há sinais de abrandamento do mercado de trabalho

Reino Unido: Desemprego cai para mínimos de 2005, mas há sinais de abrandamento do mercado de trabalho
Direitos de autor 
De  Euronews com reuters, bloomberg, lusa, guardian
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No terceiro trimestre, a taxa de desemprego no Reino Unido caiu para o valor mais baixo nos últimos 11 anos, mas há sinais de abrandamento do mercado de trabalho após o 'brexit'.

PUBLICIDADE

No terceiro trimestre, a taxa de desemprego no Reino Unido caiu para o valor mais baixo nos últimos 11 anos, mas há sinais de abrandamento do mercado de trabalho após o ‘brexit’.

Segundo o gabinete de estatísticas britânico (ONS), a taxa de desemprego desceu de 4,9% no segundo trimestre para 4,8% no terceiro trimestre, o valor mais baixo desde 2005. No entanto, no período, a economia criou apenas 49 mil empregos, metade do esperado e o ritmo de crescimento mais lento desde os primeiros três meses do ano.

UK unemployment rate falls to 4.8% but claimant count jumps – business live https://t.co/9AGMh5PvU8

— The Guardian (@guardian) November 16, 2016

Por outro lado, entre julho e setembro, a taxa de emprego fixou-se nos 74,5%, o nível mais alto desde 1971, um dos motivos que levou a chefe do governo, Theresa May, a afirmar que a economia britânica continua forte.

Entretanto, a Google anunciou planos para expandir os negócios no Reino Unido e criar até mais 3000 postos de trabalho.

The UK is an “incredible place to invest” says google</a> CEO <a href="https://twitter.com/sundarpichai">sundarpichai. bbctech</a> <a href="https://twitter.com/GoogleUK">GoogleUKhttps://t.co/55QzojlPKC

— Custard Factory (@custardfactory) November 16, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alternativa ao lítio: Pode o manganésio substituir as baterias de lítio dos veículos elétricos?

Banco Central Europeu corta taxas de juro em linha com as expetativas do mercado

Riqueza das nações: o fosso cada vez maior entre ricos e pobres na Europa