EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Funcionários da Google irritados com projeto militar da empresa

Funcionários da Google irritados com projeto militar da empresa
Direitos de autor REUTERS/Dado Ruvic/Illustration
Direitos de autor REUTERS/Dado Ruvic/Illustration
De  João Paulo Godinho
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Uma carta assinada por mais de 3000 empregados contesta o envolvimento num programa do Departamento de Defesa.

PUBLICIDADE

Mais de 3000 funcionários da Google insurgiram-se contra o envolvimento da empresa no programa Maven, do Departamento de Defesa dos Estados Unidos da América.

O projeto, que está sob alçada do Pentágono desde o ano passado, pretende desenvolver um sistema informático de visualização de imagens de drones.

Numa carta dirigida ao presidente, Sundar Pichai, e divulgada pelo jornal The New Tork Times, os empregados mostraram-se incomodados com as possíveis utilizações da tecnologia e lembraram que é um desrespeito para com os valores da companhia.

Contudo, um porta-voz da Google já veio dizer que o tema está a ser discutido no seio da companhia, uma vez que levanta questões sensíveis, mas recordou também que a conceção desta tecnologia tem como missão original salvar vidas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alphabet bate previsões do mercado

Procurar apartamento para comprar: em que sítio da Europa será mais caro?

BCE mantém as taxas de juro inalteradas, uma vez que o controlo da inflação continua a ser fundamental