EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Nissan admite ter adulterado testes de emissões poluentes

Nissan admite ter adulterado testes de emissões poluentes
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Situação ocorreu em grande parte das fábricas do Japão

PUBLICIDADE

A Nissan, segunda maior fabricante automóvel japonesa, fez o "mea culpa." Admitiu, esta segunda-feira, em comunicado, ter recorrido a métodos inadequados de controlo da poluição, quer ao nível da medição das emissões de tubos de escape quer ao nível dos testes de economia de combustível, em grande parte das fábricas do Japão.

Mas deixou ainda mais dúvidas no ar porque não especificou qual o número de veículos envolvidos na manipulação. Também não clarificou qual o período de tempo em que os métodos ilegais foram utilizados.

A Nissan tinha reconhecido que pessoas não certificadas estavam a assinar documentos dos testes. De acordo com a AFP, a fabricante automóvel foi obrigada pelas autoridades, desde setembro do ano passado, a realizar inspeções sobre a forma como os veículos produzidos são ou foram testados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Elon Musk obtém apoio dos acionistas para um pacote salarial de 52 mil milhões de euros

China já reagiu a decisão de União Europeia sobre tarifas nos carros elétricos

Eleições europeias: será que a onda de extrema-direita vai pressionar o sector das energias renováveis?