EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Itália desafia Bruxelas e mantém orçamento

Itália desafia Bruxelas e mantém orçamento
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Roma faz finca-pé na reunião do Eurogrupo e mantém orçamento que Bruxelas recusou. Centeno relembra que Itália só tem mais uma semana para mudar de ideias.

PUBLICIDADE

Nem Mario Draghi, nem Mário Centeno, nem Pierre Moscovici, nem nenhum dos ministros das Finanças da zona euro reunidos em Bruxelas conseguiram convencer a Itália a fazer marcha atrás. Roma mantém o orçamento que apresentou para 2019, rejeitado pela Comissão Europeia há duas semanas.

A recusa assenta na subida prevista do défice italiano em 0,8%, arriscando mais instabilidade na moeda comum. Há já quem exija sanções.

Centeno tentou por água na fervura, dizendo que "Itália tem mais uma semana para avançar com um novo orçamento. Esperamos um diálogo construtivo que reforce o compromisso italiano em preservar as contas públicas perante os parceiros europeus e os mercados".

O facto é que o governo italiano defende o aumento dos gastos públicos para estimular o crescimento económico e poder reduzir aquela que é a segunda dívida mais elevada da União Europeia, 131% do PIB.

O Comissário dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, relembra que isto "não se trata de uma negociação" e que "regras são regras".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alternativa ao lítio: Pode o manganésio substituir as baterias de lítio dos veículos elétricos?

Banco Central Europeu corta taxas de juro em linha com as expetativas do mercado

Riqueza das nações: o fosso cada vez maior entre ricos e pobres na Europa