EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

O segredo de fabrico das iguarias das ilhas Baleares

O segredo de fabrico das iguarias das ilhas Baleares
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Cristina Ginereuronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Percorremos as Ilhas Baleares para falar com produtores sobre os segredos de fabrico das iguarias locais.

PUBLICIDADE

Viajámos até às ilhas Baleares para conhecer os segredos de fabrico de algumas iguarias locais.

A Flor de Sal de Es Trenc é produzida num parque natural, na ilha de Maiorca. Uma fina camada de cristais em forma de flor emerge nas salinas, devido à evaporação. Tal como no passado, o sal é colhido à mão. O transporte é feito em cestos para filtrar o excesso de água.

"Temos a certificação biológica. A colheita é manual. O método artesanal garante emissões zero. Utilizamos energia limpa, energia solar direta, renovável, sustentável, local e ilimitada. É daí que vem a qualidade deste produto", disse à euronews Laura Calvo, diretora das Salinas de Es Trenc.

A natureza e a tradição deram origem a um sal gourmet, com mais minerais do que o sal comum e propriedades únicas, que dá um toque especial a qualquer prato, incluindo sobremesas.

euronews
A sobrassada, uma iguaria típica das ilhas Baleareseuronews

A sobrassada de Mallorcan com carne de porco preto

Criado no campo, o porco preto de Mallorcan é uma raça autóctone, com orelhas mais longas do que o porco ibérico, o que protege o animal do sol. O criador de porcos Javier Irazusta cultiva cereais para alimentar os animais, seguindo um modelo de economia circular.

"O valor acrescentado é que controlamos toda a produção, do princípio ao fim. E, com este tipo de criação, obtemos um excelente produto, diferente de tudo o que existe no mercado", contou à euronews o gerente da Can Company.

"Temos sobrasada com caril, com queijo azul e com queijo Mahon. Quando for a Minorca, não se esqueça de provar esse queijo", acrescentou Javier Irazusta.

euronews
O queijo de Mahoneuronews

O fabrico do queijo de Mahon

Visitámos uma quinta em Minorca onde as vacas pastam livremente. O vento do mar impregna os pastos, o que dá um toque salgado aos queijos. O processo de fabrico produz poucos resíduos.

"Esta palha é a palha que nós próprios colhemos, foi sempre o que fizemos durante toda a nossa vida. Semeamos os campos, e temos a ração para as nossas vacas. Desta forma, obtemos queijo de muito boa qualidade", afirmou Magdalena Begur, responsável de uma queijaria.

O leite fresco e a sabedoria ancestral explicam a fama do queijo Mahon que possui uma denominação de origem protegida. "Cada queijo é diferente. Cada queijo passa por mãos diferentes e tem a sua própria vida", concluiu Magdalena Begur.

Partilhe esta notícia

Notícias relacionadas

A arte da preparação e corte do presunto ibérico

Espanhóis apostam no vinho biológico e biodinâmico

Vinhos Espanhóis: uma diversidade de sabores