EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

A história do jogging é também um marco na história das mulheres

A história do jogging é também um marco na história das mulheres
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nos anos 60, era raro ver pessoas a correr nas ruas ou nos parques e os que o faziam eram considerados um pouco estranhos.

PUBLICIDADE

Nos anos 60, era raro ver pessoas a correr nas ruas ou nos parques e os que o faziam eram considerados um pouco estranhos. Hoje, há milhões de praticantes de jogging em todo o mundo.

O documentário “Free to run”, do realizador suíço Pierre Morath, retrata a história extraordinária de uma prática que se tornou sinónimo de liberdade e que foi durante muito tempo interdita às mulheres.

Kathrine Switzer, foi a primeira mulher a correr na maratona de Boston, em 1967. Uma corrida cheia de peripécias já que os organizadores tentaram impedi-la de continuar. As federações de atletismo norte-americana proíba as mulheres de participar em maratonas e de correr em estrada.

O documentário mostra que, até há relativamente pouco tempo, se acreditava que as mulheres eram incapazes de correr uma grande distância. A maratona feminina como modalidade olímpica só foi foi introduzida em 1984.

“Free to run” conta-nos também a história emocionante de Fred Lebow, um imigrante norte-americano de origem romena que inventou a célebre maratona de Nova Iorque.

O realizador suíço não se limita a mostrar as qualidades do jogging, conta também o lado mais sombrio de uma prática que se tornou num negócio e num passatempo das classes privilegiadas.

“Free to run” é, acima de tudo, um excelente documento sobre a história do século XX.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os grandes filmes dos Prémios do Cinema Europeu 2023

Monica Bellucci leva Maria Callas ao Festival de Cinema de Salónica

Realizador alemão Wim Wenders recebe Prémio Lumière em Lyon