EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Tosca, de Giacomo Puccini, no Met de Nova Iorque

Em parceria com
Tosca, de Giacomo Puccini, no Met de Nova Iorque
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Euronews foi conhecer a nova produção, a cargo de David McVicar, grande estreia da temporada.

É o primeiro grande acontecimento da temporada no Metropolitan Opera House, em Nova Iorque. A soprano búlgara Sonya Yoncheva encarna, de forma sublime, Tosca, uma diva romana cujo destino se vê marcado pela tragédia.

“É um grande papel. Estou muito contente por desempenhá-lo, ainda que seja muito desafiante, tanto a prestação como o canto. É algo mesmo muito especial,” contou Sonya Yoncheva à Euronews.

“O segundo ato é realmente desafiante. É muito dramático e é preciso dar tudo por tudo. Preciso sempre de calcular o poder e a força da voz”, confessou à Euronews a soprano.

A estreia de “Tosca” teve lugar no Teatro Costanzi, em Roma, em janeiro de 1900.

A obra, de Giacomo Puccini, é uma opera inovadora, reflexo das mudanças políticas e sociais na Itália da Revolução Industrial.

Tosca é uma criação de uma viragem de século e as personagens da trama marcam um contraste entre tradição e modernidade. A história tem lugar cem anos antes, depois do fim da República Romana, quando a Rainha Maria Carolina se muda para Roma e pede ao Barão Scarpia para formar uma polícia secreta.

A personagem de Scarpia é interpretada pelo barítono sérvio Željko Lučić, que o conhece o papel, como explicou à Euronews:

“Sabemos bem que Scarpia é extremamente maldoso.Temos o hábito de ver os tenores e os sopranos como bons rapazes. E há sempre um pequeno barítono que tenta estragar tudo entre os dois. E é isso mesmo o que acontece nesta ópera”, disse o cantor sérvio.

“Todas as pessoas pensam que entre 60 e 70% do papel tem a ver com gritos. Mas não é isso. Ele é um homem seguro e muito sólido na obscuridade dele”, continuou.

Lučić contou também à Euronews que estava “muito satisfeito” com a produção de David McVicar para o Met de Nova Iorque:

“É uma produção muito inovadora, mas que eu considero muito clássica. Adoro o guarda-roupa e os cenários.”

A nova produção de Tosca, do Met de Nova Iorque, será difundida em direto dia vinte e sete de janeiro em vários cinemas de todo o mundo.

Para saber mais sobre a obra, pode consultar o resumo da ópera na página da RTP Antena 2, uma das rádios públicas do serviço português de rádio e televisão, a RTP.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sonya Yoncheva, a "Tosca" de Puccini, no Met de Nova Iorque

Talentoso jovem maestro ganha Prémio Herbert von Karajan

Prémio Herbert von Karajan para Jovens Maestros: uma experiência emocionante