This content is not available in your region

Setenta e cinco anos de Festival de Cannes

euronews_icons_loading
Thierry Frémaux e Pierre Lescure - Cannes
Thierry Frémaux e Pierre Lescure - Cannes   -   Direitos de autor  Francois Mori/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
De  euronews

Setenta e cinco anos de Festival de Cannes. O delegado geral Thierry Frémaux e o presidente Pierre Lescure revelaram o programa da edição deste ano. Entre os 18 filmes na competição oficial em maio estão cinco cineastas premiados, incluindo os belgas Jean-Pierre e Luc Dardenne, com "Tori e Lokita", e o romeno Cristian Mungiu com o último filme "RMN".

Entre os cineastas de culto esperados: o norte-americano James Gray (apresentará "Armageddon Times"), ou o canadiano David Cronenberg - que promete abalar mais uma vez o público com "Crimes of the Future", reunindo Viggo Mortensen, Kristen Stewart e Léa Seydoux. O filme questiona a relação com o corpo e as suas mutações.

Apenas três mulheres realizadoras, incluindo Claire Denis, estarão na corrida para suceder à francesa Julia Ducournau, vendedora da Palma de Ouro do ano passado.

O eco da guerra na Ucrânia chegará à Croisette. Serão exibidos dois filmes ucranianos fora da competição. Na seleção oficial, o último filme Kirill Serebrennikov: " A mulher de Tchaikovsky". O cineasta russo poderá finalmente ir até Cannes defender a sua nova obra.

O Festival não esquece a festa e o brilho. Tom Cruise vai marcar presença para apresentar "Top Gun". Outro filme muito esperado fora de competição é um biopic sobre Elvis Presley, o filme sobre a lenda da música tem estreia mundial em Cannes.