EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

"O Filho" marca o regresso de Florian Zeller a Hollywood

Hugh Jackman interpreta o papel do pai e Zen McGrath do filho
Hugh Jackman interpreta o papel do pai e Zen McGrath do filho Direitos de autor Sony Pictures Classics
Direitos de autor Sony Pictures Classics
De  Frédéric Ponsard
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Realizador francês centra-se mais uma vez no tema da saúde mental, como fez em "O Pai" que lhe valeu um Óscar

PUBLICIDADE

Florian Zeller é um dos poucos realizadores europeus a ter atravessado o Atlântico, conhecendo o sucesso em Hollywood. Ganhou um Óscar por "O Pai", com Anthony Hopkins e Olivia Colman, e está de volta aos ecrãs com "O Filho", onde a saúde mental volta a ser tema central.

Desta vez, o filme conta a história de um pai, interpretado por Hugh Jackman, perturbado com a depressão do filho adolescente.

Em entrevista à Euronews, o realizador francês diz que os dois filmes  têm uma perspectiva europeia. "Não quis contar uma história francesa, ou uma história inglesa ou uma história americana, mas abraçar algo mais universal porque fala-se do que acontece, ou pode acontecer, infelizmente em todas as famílias," explica.

Foi Hugh Jackman que se ofereceu a Florian Zeller para fazer o papel, justificando que esta era uma história pessoal para ele.

A saúde mental, a impotência da família, entre a culpa e a dificuldade de poder ajudar, dá o mote ao filme.

 "Não queria ser demasiado explícito, nem justificar, nem explicar, e assim resolver os problemas da vida deste adolescente. Queria que nós, os espectadores, tivéssemos por vezes o mesmo sentimento e cegueira, que tem a personagem do pai," afirma Florian Zeller.  É um pai "que tem todas as melhores intenções do mundo, é amoroso e atencioso e, no entanto, sente a impotência que muitas pessoas experimentam, ou seja, aquele momento em que não se sabe o que fazer para ajudar alguém que se ama do fundo do coração," acrescenta.

Anthony Hopkins faz uma aparição numa das cenas chave do filme, onde Hugh Jackman não é apenas um pai, mas também um filho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Berlinale entrega ouro a documentário francês e prata a filme português

Primeiro filme ucraniano sobre abate do MH17 estreou em fevereiro na Europa

Françoise Hardy, atriz e ícone da pop francesa, morre aos 80 anos