EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Padre recebe ameaças de morte depois de realizar um espectáculo de "pole dance" na igreja.

Padre francês recebe ameaças de morte depois de espectáculo de dança  no varão
Padre francês recebe ameaças de morte depois de espectáculo de dança no varão Direitos de autor Facebook - Stock photo
Direitos de autor Facebook - Stock photo
De  David Mouriquand
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Padre francês recebeu ameaças de morte depois de um espectáculo de "pole dance", que esgotou, ter sido realizado na sua igreja.

PUBLICIDADE

Perdoa-lhes Senhor, eles foram levados para o varão...

Um padre francês recebeu ameaças de morte depois de um espectáculo de "pole dance", que esgotou, ter sido realizado na sua igreja.

Daniel Boessenbacher, o padre da igreja protestante Saint-Guillaume, em Estrasburgo, no leste de França, disse à AFP que tinha alertado a polícia para as ameaças depois de receber duas cartas anónimas.

"Não há dúvida que se trata de um espectáculo envolvendo Stabat Mater e daça no varão", disse ele.

Uma associação barroca de música e artes performativas, Passions Croisées (Paixões entrelaçadas), alugou a igreja na semana passada para duas apresentações da sequência lírica Stabat Mater de Giovanni Battista Pergolesi, que combinaram com actos de dança e dança de vara.

O jornal Dernières Nouvelles d'Alsace disse que a dança no varão do ginasta e antigo campeão francês de "pole dance" Vincent Grobelny tinha sido "habilidosa, atlética, graciosa, impertinente e, alguns diriam, sexy", e tinha deixado o público "ofegante".

O padre descreveu o programa da noite como "namoriscador mas suave", reconhecendo que "alguns não gostaram".

O espectáculo foi mais do que suificiente para provocar a raiva de algumas pessoas.

Uma das cartas ameaçadoras exigia que os paroquianos fossem "decapitados", acrescentando que "isto não é uma igreja, é um cabaré".

A outra carta dizia do padre que "a sua cabeça deve ser cortada porque ele entregou as chaves da nossa santa igreja a uma serpente dançante".

Boessenbacher disse que foram colocados debaixo da porta da igreja, os programas do espectáculo onde foram escritas com frases como "Vais morrer" ou "Vais para o inferno".

"Estamos habituados a receber reacções, mas não ameaças de morte", disse o padre de 54 anos.

Boessenbacher escreveu num post do Facebook: "Não planeava passar tempo na esquadra da polícia no primeiro dia da Semana Santa. Mas, oh bem... A minha abertura de espírito pára quando os pseudo-cristãos enviam mensagens anónimas para a paróquia. (...) Escrevo pseudo-cristãos porque não sei para onde, nos Evangelhos, Jesus pede para enviar ameaças de morte. Naturalmente, foi apresentada uma queixa".

De facto, Boessenbacher não é dissuadido pelas ameaças: "Creio que a Igreja precisa de se abrir ao mundo".

Estão previstas mais duas actuações para finais de Maio e princípios de Junho na igreja de Saint-Guillaume, combinando dança no varão e ópera.

Aguardamos para saber se Paul Verhoeven irá recolher os direitos e encantar-nos com mais uma extravagância cinematográfica escaldante

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polícia brasileira apreende centenas de quilos de marijuana em avião de igreja evangélica

Radicais islâmicos já controlam governo no Afeganistão

Polícia britânica prende ativistas da Just Stop Oil que vandalizaram Stonehenge