EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Hermitage de Amesterdão muda de nome para cortar ligações à Rússia

The Hermitage Amsterdam
The Hermitage Amsterdam Direitos de autor Peter Dejong/AP2009
Direitos de autor Peter Dejong/AP2009
De  Jonny Walfisz com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Hermitage de Amesterdão vai passar a chamar-se Museu H'ART, para se desvincular do museu homónimo russo.

PUBLICIDADE

O Museu Hermitage em Amesterdão decidiu mudar de nome como parte de um rebranding para cortar os laços com a instituição homónima de São Petersburgo, na Rússia.

Situado num antigo lar de idosos, no centro de Amesterdão, o Museu Hermitage tem funcionado como uma espécie de satélite de um dos museus mais famosos da Rússia. Desde a sua abertura em 2009, o Hermitage Amesterdão realizava duas exposições por ano com peças do acervo do museu russo, embora seja uma instituição independente e autónoma.

A cooperação terminou quando a Rússia invadiu a Ucrânia em 2022.

Em setembro, o museu será alvo de um rebranding, nomeadamente com um novo nome que representa as suas novas parcerias com galerias de renome em Londres, Paris e Washington DC.

Eva Bloem
Annabelle Birnie diretora do agora Museu H'ArtEva Bloem

A partir de setembro, o Hermitage Amesterdão será chamado de H'ART Museum, tendo estabelecido parcerias com o British Museum, o Centro Pompidou e o Smithsonian American Art Museum para levar arte ao edifício histórico, nas margens do rio Amstel, na capital dos Países Baixos.

“É um novo passo emocionante para nós, um modelo contemporâneo e com futuro. Estamos a construir a nossa experiência no campo internacional e agora estamos a abrir as nossas asas”, disse a diretora do museu, Annabelle Birnie. “A nossa programação será multifacetada, refletindo os tempos em que vivemos. Teremos grandes exposições de arte, bem como apresentações intimistas.”

𝐇𝐞𝐫𝐦𝐢𝐭𝐚𝐠𝐞 𝐰𝐨𝐫𝐝𝐭 𝐇’𝐀𝐑𝐓 𝐌𝐮𝐬𝐞𝐮𝐦⁣ Het museum gaat nauw samenwerken met het British Museum uit Londen, Centre Pompidou uit...

Posted by Hermitage Amsterdam on Monday, June 26, 2023

A primeira grande exposição, prevista para abrir em meados de 2024, será uma parceria com o Centro Pompidou de Paris focada em Wassily Kandinsky, o artista nascido na Rússia que se naturalizou francês e morreu em França em 1944. Em 2026, o Museu H'ART também receberá a exposição Feminine Power do British Museum.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Visitantes do Museu Rembrandt podem tatuar obras do mestre

A Suíça pode ter vencido a Eurovisão, mas será que os números do streaming revelam uma outra versão?

Cannes 2024: Greta Gerwig, presidente do júri, fala do #MeToo e de Trump no ecrã